Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sex | 31.01.14

LEPTINA, TIROIDE E OBESIDADE!

Dr. Luís Romariz

É frequente que os indivíduos com sobre peso terem sintomas associados ao hipotiroidismo. Isto é particularmente verdadeiro para as pessoas associadas a dieta io-io que têm dificuldade em perder peso mesmo cortando nas calorias e exercitando-se mais. Há muita confusão sobre o papel da tiróide na obesidade, em parte causado pelo facto das análises hormonais nem sempre se correlacionarem com os sintomas. As alterações da leptina – hormona produzida pelas células de gordura – são frequentemente a causa primária de muitos dos sintomas nas pessoas com sobre peso. A insuficiência em triiodotironina (T3) é frequentemente a causa para a maioria dos problemas da tiróide, sendo outra das causas a falta de nutrientes que permitem a conversão celular da hormona T4 em T3 – vitaminas do complexo B, selénio, zinco, magnésio e iodo. Para compensar os problemas relacionados com a resistência à leptina recomendo:

  • Nunca comer após o jantar
  • Ingerir apenas 3 refeições por dia
  • Não ingerir demasiada comida de cada vez
  • Comer um pequeno-almoço com bastante proteína
  • Reduzir bastante os hidratos de carbono, nomeadamente os de elevado índice glicémico

Os problemas com a leptina criam inflamação, pelo que abrem portas à obesidade e às doenças degenerativas, envelhecimento incluso. A suplementação com óleo de peixe (ómega-3) ajuda a melhorar a sensibilidade dos receptores à insulina e à leptina, assim como o crómio e o vanádio, Finalmente, cuidado com os tóxicos que afectam a tiróide nomeadamente o flúor, o cloro, o perclorato e a soja não fermentada.