Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Seg | 20.06.16

EXERCICIO DE CADA DIA … NOS DAI HOJE!

Dr. Luís Romariz

A nossa saúde, na generalidade, é em última instância determinada ao nível celular. Cada uma das diferentes células representa uma fábrica em miniatura responsável pela produção de energia – nas mitocôndrias – pela produção de proteínas – nos ribossomas – e pela coordenação das funções vitais – no núcleo. Todas estas funções requerem um constante suprimento de micro nutrientes – vitaminas, minerais, fitoquímicos e outros antioxidantes. O brutal aumento da frequência cardíaca durante o exercício requer uma enorme quantidade de energia, pelo que um coração forte e umas artérias intactas são condição essencial para um contínuo bombear do fluxo sanguíneo a altos débitos. Micro nutrientes como o coenzima Q10, a carnitina, o ácido alfa lipoico, a vitamina C e as vitaminas do grupo B, são essenciais para a produção de energia ao nível das células cardíacas durante o exercício vigoroso. Concomitantemente, artérias saudáveis são requisito crítico para a manutenção de um fluxo sanguíneo optimizado de forma a evitar a fadiga. O magnésio regula os níveis de outros elementos tais como o potássio, cálcio e sódio. A perda excessiva destes elementos através do suor conduz a cãibras e lesões. Para além disto, o brutal aumento no consumo de oxigénio durante o exercício aumenta o stress oxidativo – por aumento de produção de radicais livres – expondo as células cardíacas à lesão celular. Como tal, os antioxidantes como as vitaminas C, A, e E, bem como os carotenos e o selénio/zinco têm de ver a sua disponibilidade aumentada. Também influenciam positivamente a quercetina, o chá verde, o resveratrol (vinho tinto) e a curcumina (açafrão), pois aumentam os benefícios dos antioxidantes reduzindo a lesão muscular e a inflamação e promovendo a reparação. Sabemos também que a ingestão de óleo de peixe (DHA+EPA) concomitantemente com microdoses de Aspirina (AAS) promovem a formação de resolvinas e proteínas, as quais limitam a inflamação e promovem a cura. Para termos ossos saudáveis, capazes de arcar com exercício e com baixo risco de osteoporose ou de artrite articular, precisamos de colagénio, cálcio, magnésio, silício, boro, vitaminas C e D, condroitina e glucosamina. Assim, não devemos descurar a ingestão de micronutrientes seja através da alimentação, seja com recurso a suplementação alimentar.