Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Ter | 17.06.14

DESTRUTORES ENDÓCRINOS E SOLUÇÕES NATURAIS!

Dr. Luís Romariz

A protecção contra os destrutores endócrinos deveria ser uma preocupação constante do nosso dia-a-dia e ser parte do nosso estilo de vida. Bastaria relembrar que as hormonas são mensageiros bioquímicos que levam ordens precisas para executar tarefas precisas, para ter uma dimensão das disfunções sistémicas daí resultantes. Os tóxicos vieram para ficar e por isso precisamos de adoptar uma atitude proactiva quer para nós, quer para a nossa família reduzindo e minimizando os danos resultantes da sua exposição. Na segunda linha de defesa, devemos investir na desintoxicação destes compostos. Na sua maioria são de carácter lipídico (gordo) pelo que se torna mais difícil de nos livrarmos deles, sendo que a maior parte se acumula dentro das nossas gorduras corporais. As hormonas afectadas podem ser todas, mas mais frequentemente são os estrogénios, testosterona, androgénios e tiróide. Deixo alguns sintomas que podem alertar para uma exposição a estes compostos:

  • Estrogénios: Ansiedade, depressão, inchaço e distensão abdominal; aumento das mamas e tensão mamária; face avermelhada; pensamento pouco claro; problemas da vesícula; perda de cabelo; alterações nas menstruações, insónia e irritabilidade, alteração no humor; problemas de próstata (aumento). Fogachos e suores nocturnos. Aumento de peso.
  • Testosterona: Acne, agressividade aumentada, problemas com o metabolismo dos açúcares, Voz mais grave, aumento na pilosidade e sudorese; infertilidade, calvície de padrão masculino, pele oleosa, s. ovário poliquístico; eventual baixa de vigor, aumentos mamário, disfunção eréctil, fadiga e perda de massa muscular.
  • Tiróide: os sintomas são muitos e variados, mas frequentemente mascarados por um mau funcionamento das supra-renais. Endometriose, fibróides uterinos, infertilidade e aborto recorrente. Diminuição na imunidade e fadiga recorrente, bem como dificuldade em perder peso!

Quanto à desintoxicação, mesmo sabendo que estes tóxicos estão em toda a parte, podemos fazer exercício físico, saunas (preferencialmente de infravermelhos), Juicing, ácido lipoico, MSM, NAC e outros. O fígado, pulmões, rins, sistema digestivo e pele são os órgãos preferenciais para desintoxicar. O principal órgão nesta luta é o fígado, pelo que lhe devemos prestar especial atenção, nomeadamente ao nível da alimentação, evitando o álcool e medicamentos, e ingerindo vitaminas do complexo B, NAC, fitoquímicos e outros antioxidantes.

Cuidado com os perfumes e outros químicos aparentemente inocentes e que estão presentes em todos os lares!

A alimentação mediterrânica modificada é aquela que melhor ajuda a tarefa de desintoxicação.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.