Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Ter | 28.04.09

GRIPE SUÍNA

Dr. Luís Romariz

 Este artigo pretende contribuir com alguns conselhos úteis para poder fazer frente à pandemia de gripe suína que se avizinha. Uma intervenção rápida ajudará o nosso sistema imune a cumprir o seu papel!

Se acha que pode ter a gripe não recorra imediatamente ao serviço de urgência, consulta aberta, SAP, etc. Poderá com esta atitude intempestiva – não tendo a gripe – contrair a doença num desses locais. Tenha em atenção que a gripe é uma virose – portanto nem pense em tomar antibióticos – cuja sintomatologia se caracteriza por febre alta (39º a 41º C), mialgias (dores musculares) e cefaleias (dores de cabeça). Pode haver associação de outros sintomas como tosse, dores de garganta, etc. Este vírus parece ser sensível ao tamiflu – antivírus. Claro que o ideal seria que o pudéssemos tomar imediatamente em caso de suspeita forte. Infelizmente, as doses armazenadas não dão para todos e assim deverá ser distribuído aos grupos de risco – idosos, doentes imunodeprimidos, cardíacos, pessoal da saúde, etc. Procure o seu médico em caso de forte suspeita, mas procure fugir dos possíveis locais de contacto - onde houver muitas pessoas, especialmente em locais fechados.

A nutrição e os conceitos naturais de saúde trabalham em harmonia para sustentar o sistema imune. Os vírus podem replicar no nosso aparelho digestivo, pelo que os antiácidos dobram o risco de se contrair a doença, uma vez que os ácidos estomacais ajudam a matar os vírus. O consumo de álcool e de açúcar deve ser reduzido, dado que ambos levantam problemas de digestão e de imunidade. Especialmente se ingeridos fora das refeições. Estaremos a desviar energia fundamental – para mais uma digestão – para combater os vírus.

É a altura ideal para ingerir os probióticos. Aumentam as nossas defesas a nível intestinal e a nível sistémico. Eu tomo o BIOGAIA na dose de 5 gotas em jejum – para quem não o faz é melhor tomar 2 vezes por dia – o qual está à venda nas farmácias (não se esqueçam de o manter no frigorífico). Outro suplemento necessário está nas proteínas de soro de leite (whey). Elas fazem parte das imunoglobulinas (a nossa defesa contra micróbios), e permitem que tenhamos uma capacidade de saúde muito boa para poder enfrentar um desafio. Há várias no mercado, mas a mais económica e sem contaminantes é o Higth Whey permormance da GARNELL. Vende-se em Portugal – é uma questão de irem à net e pesquisarem. Pode ser tomado com fruta e/ou leite, podendo nesse caso substituir uma refeição. A manteiga tem na sua constituição um ácido gordo – a. laurico – que é microbicida.

Classicamente a vitamina C, dose de 1 grama duas vezes ao dia, e a quercetina ajudam a combater os vírus respiratórios. Como o sistema imune necessita de energia extra para combater os vírus, não se esqueça de comer de forma apropriada e de tomar um polivitamínico com magnésio – o magnesium B por exemplo. Muitas plantas evoluíram desenvolvendo defesas naturais contra os vírus, o que podemos usufruir em proveito próprio. Vegetais e frua são classicamente aconselháveis. Orégãos e açafrão são boas escolhas. Já agora, não se esqueça de beber muita água. Dado o facto de estarmos a entrar numa época quente, será mais fácil combater o vírus. Seria pior se estivéssemos no Inverno.

Em resumo, pode fazer muito pelo seu sistema imune de forma a estar preparada para fazer face á pandemia, se ela se vier a verificar. Lembre-se de que estamos evolucionária e naturalmente preparados para combater os vírus! JÁ SABEM, SE TIVEREM DÚVIDAS PERGUNTEM E EU TENTAREI RESPONDER.