Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dom | 18.05.08

PROBIOTICOS

Dr. Luís Romariz

 

 

PROBIÓTICOS
Muitos dos leitores poderão não fazer a mínima ideia do que são probióticos, pois há muita confusão propositada acerca deste assunto. Em grego significa provida (assim provavelmente compreenderão o que significa antibiótico).
Quando ingeridos, estes micro organismos deverão promover o equilíbrio da flora intestinal, e portanto a saúde do aparelho digestivo.
Historicamente, nós usamos alimentos fermentados como o iogurte, kefir, e os pickes para melhorar a nossa saúde intestinal.
Já no tempo dos Romanos, se consumia sauerkraut como alimento bom para os intestinos.
Nas antigas sociedades Indianas, era vulgar consumir um tipo de iogurte antes das refeições, para melhorar a digestão.
Os Búlgaros estão conotados com uma grande longevidade e com u elevado consume de iogurte e kefir.
Assim, parece que muitas culturas usaram técnicas diferentes, mas com a mesma finalidade, para melhorar a saúde intestinal.
Actualmente, os alimentos processados conseguem alterar o equilíbrio da flora intestinal, pois a maioria são pasteurizados ― destruindo assim as bactérias úteis à promoção da saúde intestinal.
Tomar um bom probiótico e seguir uma dieta equilibrada proporciona uma óptima saúde intestinal, não se ficando só por este benefício, antes pelo contrário, promovendo uma boa saúde global.
Sabia que:

  • Cerca de 80% do sistema imune está localizado nos intestinos.
  • 500 Espécies de bactérias vivem no nosso intestino, perfazendo cerca de 100 triliões de microrganismos.
  • O peso destas bactérias é aproximadamente de 1.5 kg.
  • Algumas são referidas como “boas” e outras como “más”. O equilíbrio ideal será de 85% “boas” e 15% “más”. Esta relação é um factor crítico para uma boa saúde.

Antes do nascimento, o intestino está estéril, iniciando-se a sua colonização por microrganismos após o nascimento.
As primeiras bactérias a aparecer são as do leite materno, aumentando a e favorecendo a saúde. Como as bactérias úteis estão progressivamente ausentes dos nossos alimentos, cada vez é mais importante a ingestão de próbioticos
Mas ser lactobacilus ou bífidos não chega. È preciso que estejam vivos, na quantidade suficiente, que passem a acidez do estômago e que por fim consigam colonizar o intestino. Ora aí é que reside o fracasso. Se não em todos, pelo menos na maioria dos próbioticos, iogurtes e afins, estes preceitos não se verificam.
Tempo e dinheiro perdidos. Perdidos para o consumidor…Eis alguns dos benefícios:

  • “Regularidade intestinal saudável”  
  • “Alimentar-se sem desconforto”
  • “Diminuição da distensão abdominal”
  • “Mais energia e melhor saúde”
  • “Aumento da imunidade”
  • “Manutenção de um equilíbrio saudável entre as espécies de bactérias”
  • “Fabrico de vitaminas do complexo B”
  • “Promove a absorção de minerais essenciais”
  • “Promove a remoção de toxinas”“Normaliza a resposta inflamatória”

Em Portugal está presentemente à venda nas farmácias um medicamento próbiotico eficaz e com boa relação qualidade preço ― o seu nome é BIOGAIA, deve ser tomado na dose matinal de 5 gotas.

.

"O seu corpo é um bem precioso. Ele é o único veículo que o leva a acordar todas as manhãs. Trate-o com cuidado."

  • Não adoeça
  • Não envelheça
  • Não morra

 .

14 comentários

Comentar post