Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sab | 17.05.08

CÁLCIO E OSTEOPOROSE

Dr. Luís Romariz

 

Cálcio e Osteoporose

O cálcio tem um papel importante na prevenção da osteoporose e na promoção do crescimento ósseo, em qualquer idade. Isto é especialmente importante para as mulheres à medida que envelhecem e entram na menopausa. De acordo com um estudo recente, mais de metade das mulheres brancas têm fracturas ósseas durante a sua vida, devido à osteoporose.
Mas o cálcio não é o único elemento necessário à formação e manutenção de ossos saudáveis. Hormonas (testosterona e estrogénios) e actividade física (especialmente com pesos) parecem ter um efeito maior do que o do cálcio.
A osteoporose também é um problema para os homens. Pode afastá-los de uma vida activa e com flexibilidade à medida que envelhecem, e aumenta o risco de fracturas ósseas. Um estudo recente em homens universitários demonstrou que a suplementação com cálcio é necessária para prevenir perda de massa óssea, mesmo nestes jovens atletas. Este estudo também demonstrou que a suplementação com cálcio pode promover ganhos em massa magra (músculo). Outro estudo demonstrou que uma ingestão diminuída em cálcio conduz a tensão arterial mais elevada.
Ora, a pessoa qualquer que seja a sua idade precisa diariamente de quantidades adequadas de cálcio. Quanto? As orientações mais recentes apontam para um mínimo de 1200 mg/dia (sensivelmente o dobro do que a média das pessoas ingere diariamente na alimentação. Podemos obter estas quantidades se consumirmos produtos lácteos, vegetais e frutos secos.
Uma chamada de atenção em relação ao leite de vaca. È um óptimo alimento…para o vitelo! A relação fosfo-cálcica é desajustada para os humanos, pelo que devemos diversificar as fontes de ingestão de cálcio não dando a exclusividade aos lacticínios, pois por exemplo os brócolos e as couves têm maior concentração, por 100 gramas de peso,  de cácio do que o leite.. Em alternativa suplementa-se com 600 mg a 1000 mg de cálcio dia, sendo a forma mais adequada o carbonato de cálcio pois é melhor absorvido.
Mas o que é muito importante para o metabolismo do cálcio é a vitamina D. Sem a presença desta vitamina o cálcio é muito mal absorvido pelo intestino, o que pode levar a uma carência real. Podemos produzir a nossa própria vitamina D por exposição solar (basta expor os braços e a face ao sol durante 30 minutos, 3 vezes por semana), pelo que as deficiências
em vitamina D

são raras nos países temperados (excepto nos idosos que raramente se expõem ao sol). devendo estas pessoas tomar suplementos.
Então, para quem tem pouca exposição solar é melhor tomar suplementos de vitamina D a 400 / 600 UI por dia.

.

 

"O seu corpo é um bem precioso. Ele é o único veículo que o leva a acordar todas as manhãs. Trate-o com cuidado."

·    Não adoeça

·    Não envelheça

·    Não morra