Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Seg | 18.03.13

ÁCIDO FÓLICO E B12 VS CÉREBRO

Dr. Luís Romariz

A reconhecida capacidade do complexo vitamínico B para beneficiar o sistema nervoso e a inteligência, define um papel importante para a nutrição básica o qual vai mais além do que a noção de nutrição na deficiência. A optimização das vitaminas B12 e do ácido fólico pode ter um impacto profundo nas capacidades cognitivas (pensamento), especialmente à medida que envelhecemos. Dantes pensava-se que estas vitaminas apenas tinham importância nas anemias, pelo que não se prescrevia suplementos fora do âmbito destes casos. Este tipo de pensamento modificou-se, e actualmente procura-se optimizar os nutrientes de forma a obter as melhores funções possíveis. O ácido fólico é imprescindível para a metabolização saudável da homocisteína (esta é capaz de lesar o interior das artérias), e a B12 ajuda a metabolizar o ácido metilmalónico. Quando estes sobem no organismo, descem as pontuações da capacidade cerebral. A dose de suplementação para a B12 varia entre 1 e 2 mg. O ácido fólico, a dose de 5 mg é o suficiente.