Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Seg | 24.12.12

O MANÉSIO E O CORAÇÃO

Dr. Luís Romariz

A insuficiência em magnésio nos solos, e consequentemente na alimentação humana tem um papel importante no desenvolvimento de doenças do foro cardiovascular, nomeadamente arritmias como a fibrilação auricular. A doença coronária é causa aproximadamente de uma em cada cinco mortes. Cerca de 75% das pessoas são insuficientesem magnésio. Osestudos ao nível celular confirmam que esta deficiência tem consequências directas quer para o coração, quer para os vasos sanguíneos, incluindo:

  • Variações no ritmo cardíaco
  • Aterosclerose (rigidez das artérias)
  • Vasoconstrição (espasmos das artérias)
  • Hipertensão arterial
  • Angina (dor no peito com o esforço)
  • Enfarte do miocárdio (insuficiente fluxo de sangue associado ao aumento do cálcio relativamente ao magnésio)
  • Trombose e AVC
  • Morte súbita

O magnésio está envolvido em cerca de 300 processos metabólicos, e não adianta fazer o seu doseamento no sangue pois apenas circula 1% do seu total. Devemos medi-lo nos glóbulos vermelhos para ter uma ideia mais acurada do seu valor intracelular. Boa parte dele reside nos ossos, e em casos de stress ele é bombeado para fora das células, dando a falsa impressão de estar em níveis aceitáveis. O magnésio causa o relaxamento celular ao contrário do cálcio que causa a sua contrição. A insuficiência em magnésio causa espasmos ou bradicardias (diminuição da frequência dos batimentos cardíacos) que podem ser fatais. O magnésio ajuda a evitar a formação de trombos arteriais, bem como a calcificação das placas de aterosclerose. Este mineral é vital à elastina, a qual mantém as artérias flexíveis. A falta de magnésio pode dar cãibras, fadiga, obstipação, ansiedade, insónia e dor no peito.