Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dom | 20.05.12

BROMELAÍNA E FUNGOS: INTOLERÂNCIA AO GLÚTEN?

Dr. Luís Romariz

A bromelaína purificada – enzima extraída do ananás – tem uma elevada concentração em proteases alguma vez encontrada num produto natural. O nosso corpo fabrica naturalmente proteases com o intuito de combater a inflamação, excretar os tecidos lesados, e remover as cicatrizes. A bromelaína, sabemos agora, é capaz de inibir a proliferação de fungos em 90%. Um exemplo comum de fungo é a Cândida albicans a qual se está a tornar numa epidemia dado o uso irracional de antibióticos, especialmente quando se faz uma alimentação rica em açúcares ou com excesso de ingestão de álcool. A bromelaína dissolve as películas dos fungos inibindo a sua propagação que conduz frequentemente a problemas com repercussão no aparelho digestivo e nos seios perinasais – sinusite. A intolerância ao glúten é causada primariamente pelo crescimento excessivo de Cândida e outros fungos. Quando os fungos lesam o revestimento do intestino há um excesso de produção de uma substância filamentosa parecida com tecido de cicatriz – transglutaminase. Quando o glúten interage com esta substância ocorre uma reacção inflamatória, a qual induz maior lesão no revestimento intestinal. Claro que se baixarmos a transglutaminase diminuiremos o crescimento fungal, mas esta substância é resistente à degradação. Ora a bromelaina ao dissolver esta substância abre caminho para a cura.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.