Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Qui | 03.05.12

VINHO OU CERVEJA?

Dr. Luís Romariz

Até há pouco tempo questionava-se qual o efeito do álcool na protecção cardiovascular do vinho. Os países não vitivinicultores puxavam a brasa à sua sardinha afirmando que o efeito cardioprotector do vinho era devido ao álcool. E eles produziam cerveja... Um relatório publicado no American Journal of Clinical Nutrition revela que o conteúdo em álcool e em polifenois apresentado pelo vinho é o responsável pelo benefício cardiovascular, embora de maneiras diferentes. Os investigadores descobriram que o álcool faz aumentar a citoquina anti-inflamatória interleucina-10, bem como reduz as moléculas inflamatórias derivadas dos macrófagos (uma das estirpes de glóbulos brancos). O efeito anti-inflamatório dos polifenois do vinho é muito marcado, à semelhança do que acontece com os frutos e vegetais. O efeito do álcool, por outro lado, deriva de um mecanismo de acção hermético, no qual doses pequenas e repetidas são protectoras enquanto uma dose maior é lesiva para a saúde. Por outro lado, o resveratrol (na dose de 8 mg dia) contido no vinho – especialmente no tinto – apresenta um efeito cardioprotector em ambos os sexos, diminuindo os factores de coagulação e os mediadores da inflamação. Em  conclusão: a escolha acertada recai no vinho tinto.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.