Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sab | 14.04.12

DEPRESSÃO E ALIMENTAÇÃO

Dr. Luís Romariz

A depressão é uma condição ainda incompletamente compreendida. As escolhas alimentares têm impacto no estado de espírito. A investigação médica mostra que há muitas variáveis associadas com a dieta e o humor, incluindo os padrões alimentares, os alimentos específicos, e a acção dos nutrientes no cérebro. Há evidência de que uma dieta com bastante sal, açúcar e óleos vegetais ou gorduras hidrogenadas podem ser parcialmente responsáveis por problemas de depressão. Os alimentos integrais não processados, a fruta e os vegetais, e o peixe azul são bons para o humor, enquanto os doces, os hidratos de carbono refinados, e as frituras são um risco para sofrer de depressão. A dieta conducente a depressão é uma dieta inflamatória associada a um aumento da proteína C reactiva e a doenças degenerativas. A dieta Mediterrânea por ser rica em gorduras saudáveis como o azeite, peixe com ómega-3, frutos e vegetais, fibra e complexo B, bem como imensos antioxidantes, torna-se protectora em relação às depressões – para além de ser anti-inflamatória. Muitos dos seus nutrientes aumentam os níveis de serotonia e dopamina, os neurotransmissores-alvo dos medicamentos anti-depressivos. Estes têm sido associados a má saúde óssea, a doença cardiovascular e a AVC (trombose cerebral). Invista na sua alimentação ingerindo salmão selvagem, aveia integral, lentilhas, ervilhas, frutos secos e amoras; camarão, melancia, pimentos, alho e ovos também são óptimos para a felicidade. O cacau e os frutos são outra escolha saudável, e o exercício complementa bem a dieta aconselhada.