Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Qua | 31.12.08

PROGRESSOS EM 2008

Dr. Luís Romariz

Este ano foi um marco na medicina preventiva pro-activa e de bem-estar.   O paradigma da medicina curativa baseada na medicação das doenças não dá resposta aos desafios modernos, pelo que uma nova medicina baseada na prevenção, no exercício e na nutrição está já na nossa vida de uma forma incontornável. As descobertas médicas ocorrem a um ritmo alucinante – estes são os anos de todos os avanços. Em face da crescente epidemia de obesidade e das doenças cardiovasculares, aparece uma luz ao fundo do túnel.   O relógio do envelhecimento pode ser atrasado – e em muitos casos revertido. Estamos numa nova era. A seguir listo a minha versão dos 10 maiores progressos médicos.

·         A clínica Mayo entra no mundo real

Em Maio de 2008 difundiu uma nota à imprensa onde refere que centenas de estudos, particularmente cm 3.000 doentes, apontam para um benefício inequívoco dos óleos omega-3 no sistema cardiovascular, nomeadamente nos diagnosticados com doença coronária. Estes estudos apontam para reduções de eventos de 19 a 45%.  O progresso – que os omega-3 têm este efeito já o digo há 3 anos – consiste no facto da clínica Mayo o reconhecer de forma inequívoca.

·         A saúde óssea é um dos pontos-chave para a longevidade

Os ossos não podem ser vistos apenas como uma estrutura de suporte passíveis de sofrer osteoporose e fracturas. Os ossos estão constantemente a dar azo a novas células as quais desempenham um papel vital na imunidade e no metabolismo. Por exemplo, quando o tecido ósseo de inflame não só promove excessiva perda óssea como causa directamente uma multiplicação das células adiposas (de gordura) da gordura branca  – o que dá uma das explicações porque é que as mulheres ganham peso após a menopausa. Daí o superior interesse em consumir fruta fresca e vegetais (ambos são nutrientes antinflamatórios) e ter uma vida activa (que estimula a saúde óssea).

·         Extractos de uvas (pevides) param o crescimento da placa de Alzheimer

Este ano foi demonstrado que o envelhecimento cerebral “normal” é um processo bastante anormal; com a perda de capacidade mental, inteligência, e memória directamente relacionadas com um emeranhado de placas de substancia amilóide. Os extratos de uvas demonstraram ser capazes de parar a formação destas placas.

·         Vitamina D por tudo e por nada

A grande questão levantada em 2008 foi: há alguma coisa em que a vitamina D não ajude? Sabia-se do seu papel no metabolismo osteocálcico mas descobtiu-se que era uma hormona com acções muito mais complexas, tais como na imunidade, cancro, doença cardiovascular e hipertensão, função tiróide e diabetes. Passou-se a considerar imprescindível a sua obtenção através da luz solar, memos em suplementos, e as suas necessidades mínimas foram elevadas 10 vezes.  

·         O resveratrol faz regredir a idade biológica

O resveratrol active um gene chamado SIRT1, o qual tem um profundo efeito na prevenção de doença e um grande efeito anti-envelhecimento. O SIRT1 é activado normalmente pela fome ou pela restrição calórica. Claro que este suplemento funciona melhor quando se cumpre um programa alimentar correctamente desenhado, uma vez que comida a mais simplesmente “desliga” o SIRT1.   Este facto veio à luz  a partir da  elevada longevidade em várias regiões da França onde o resveratrol é comum no vinho tinto.  

·         O uso de probióticos marca uma nova fronteira na saúde

De facto, após anos de uso intenpestivo de antibióticos e de intolerâncias alimentares graves, sabe-se que o uso destes “bichinhos de estimação” é fundamenteal à imunidade, è à saúde em geral.  Mas atenção porque só há um composto destes à venda em Portugal. Os Iogurtes e similares não contam...

·         O mundo do colesterol, gordura e doença cardíaca

As decisões baseadas nos valores do colesterol pertencem já à “idade da pedra”. A boa forma colesterolemica, tal como a fitness muscular , é a novidade que suporta a saúde cardiovascular. A grande novidade aconteceu quando se demonstrou que a gordura acumulada à volta das artérias era o sinal chave para o inicio da doença cardiovascular, e  que isto é directamente proporcional ao volume do abdómen. Esta gordura à volta das artérias gera inflamação silenciosa com lesão massiva por radicais livres (oxidação) que oxidam o colesterol e que põem em marcha a formação da placa de ateroma. Isto é tanto pior quanto mais elevados estiverem os trigliceridos – o que é causado pelo tipo e tamanho das refeições.  

·         Quanto temos de BDNF?

 O Brain Derived Neurotropic Factor (BDNF) bem pode ser a molecula do ano. Ele mantem vivas as células neuronais e estimula o crescimento de novas células nervosas. Foi demonstrado este ano que o óleo de peixe, os mirtilos, o açafrão e a vitamina B5 ajudam a aumentar a produção do BDNF.

·         Caminhe para a saúde

Está agora provado que caminhar é a actividade com maior impacto na longevidade, tendo sido realçada a sua importância na nossa evolução. Aumenta os níveis da BDNF, rejuvenesce o músculo cardíaco e baixa a tensão arterial. Isto reflecte o consenso de 20 anos de estudos sobre a marcha na idade dos 50 anos. Diminui em 50% o risco de morte prematura. Nenhum medicamento é capaz de fazer isto…

·         A saúde da tiróide está ao alcance de todos

Uma data de estudos sobre a tiróide demonstra que mesmo uma ligeira diminuição na sua função é quanto basta para nos atirar ao tapete. Estou a falar acerca dos stressores sobre a tiroide  tais como a poluição ambiental com  PCBs, percloratos nos alimentos, excesso de alimentação, e stress emocional. Este ano os estudos apontaram para que isto levava a um aumento na mortalidade, alteraçóes do ritmo cardíaco, hipertensão arterial, colesterol elevado, risco de cancro da mama, alterações do humor, glaucoma e Alzheimer. Podemos prevenir-nos evitando os tóxicos, consumindo antioxidantes, fazendo exercício e fazendo dieta apropriada. A era da nutrição anti-envelhecimento já se iniciou. NÃO há lugar a consertos rápidos!