Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sab | 06.08.11

DEFICIÊNCIA EM MAGNÉSIO ASSOCIADA A AUMENTO DO RISCO DE OSTEOPOROSE

Dr. Luís Romariz

Uma insuficiência em magnésio diminui a absorção e o metabolismo do cálcio e impede que a quantidade necessária de cálcio se fixe nos ossos. De acordo com os peritos neste elemento a saúde óssea e a prevenção da osteoporose ficam comprometidas com a insuficiência neste nutriente. O magnésio mantém o cálcio dissolvido na corrente sanguínea, e tal como a vitamina K, impedindo a sua precipitação nas artérias, rins e cartilagens. A proporção ideal é de 1: em relação ao cálcio. A maior massa óssea situa-se cerca dos 18 anos, e a partir dos 25 vai havendo uma lenta e progressiva perda que se agudiza no climatério e na menopausa. A adolescência é uma altura crucial para formar boa massa óssea, pelo que é fundamental ingerir magnésio abundantemente. Há várias razões para a insuficiência e magnésio, desde as modernas práticas de cultivo intensivo que exauram os solos, até á ingestão crónica de alimentos processados e fast-food. Outra razão prende-se com o consumo de refrigerantes. Por outro lado o magnésio faz a prevenção da inflamação celular a qual conduz a doenças degenerativas tais como doença cardiovascular e cancro. Sendo um cofactor biológico o magnésio intervém em reacções corporais criticas e funciona como se fosse um antioxidante.