Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dom | 22.05.11

A RELAÇÃO CINTURA/ANCA É MAIS IMPORTANTE DO QUE O IMC

Dr. Luís Romariz

Cientistas da clínica Mayo concluíram que os pacientes com doença coronária e obesidade central – medida da gordura acumulada à volta da barriga – tinham o dobro do risco de morrer de doença cardíaca. Este é o segundo estudo (15923 pessoas) a comprovar que as barrigas grandes são piores do que as ancas largas. A gordura abdominal correlaciona-se com a gordura visceral … a qual é de longe muito mais activa metabolicamente, fazendo aumentar o colesterol e a glicemia e associa-se a hipertensão.

A teoria da ingestão vs gasto de calorias, perder peso devia ser simples. Mas tenho o palpite que a razão pela qual ⅔ das pessoas têm sobrepeso não é do foro matemático. Idade, genética, hormonas, e a falta de força de vontade explicam melhor a desconexão entre querer e poder.  

De facto, enquanto 84% das pessoas reclamam estar a cuidar melhor da sua saúde do que no passado, 59% relatam não ter força de vontade para alterar os seus hábitos de vida, Segundo um estudo recente. Então qual é o segredo para ultrapassar esta falta de força de vontade, e obter um peso ideal? Tem tudo a ver com o dia-a-dia. Concentração nas alterações dos estilos de vida, ter os conselhos adequados, e obter ajuda de um grupo de interesses ajudará a entrar na linha.

Mito n.º 1: Ter conhecimento é ter poder. A realidade é que a informação pode ser ineficaz se não se souber como a aplicar. Tem sobrepeso. Se não consegue perder gordura, está com maior risco de doença cardiovascular, diabetes, e morte prematura. A mensagem dos midia é clara, mas se não a aplicar não perde peso e fica ainda com sentimento de culpa.

Mito n.º 2: O que conta são os resultados. Na realidade nada se compara ao prazer de ir escalando os degraus do sucesso até o alcançar.

Mito n.º 3: Eu sou o meu grande motivador. Na realidade o apoio dos outros é fundamental para alcançar resultados visíveis.

Mito n.º 4: As tácticas de assustar funcionam. Realmente as mensagens que englobam emoções fortes apenas funcionam se não tivermos consciência da ameaça.

Mito n.º 5: O falhanço é sinal de fraqueza. Na realidade o falhanço resulta da falta de preparação ou de maus padrões de comportamento.

Infelizmente, as novas abordagens não apontam para qualquer estratégia especifica em relação à dieta e ao exercício que possa ajudar a combater a obesidade central (a mais perigosa).

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.