Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dom | 21.11.10

CORAÇÃO E ESTILO DE VIDA

Dr. Luís Romariz

Em 15 deste mês, a American Heart Association apresentou os resultados de dois estudos que indicam que o estilo de vida tem um impacto enorme no risco de se desenvolver doença cardiovascular nas pessoas que têm tendência genética para tal. Num primeiro estudo foram avaliadas 2336 pessoas entre os 18 e os 30 anos de idade. Foram avaliados os dados da alimentação, actividade física, ingestão alcoólica, tabagismo, peso corporal, glicemia (açúcar no sangue) e tensão arterial quer no inicio do estudo, quer ao fim de sete e doze anos respectivamente. Nos participantes que mantiveram cinco destes itens (consumo de quantidades saudáveis de potássio, fibra, cálcio, limitação no consumo de álcool e gordura saturada) saudáveis, 60% tinham um ligeiro risco de doença cardiovascular. Noutro estudo, efectuado a partir do famoso Framingham Heart Study, foram analisadas três gerações de famílias. Os investigadores determinaram que a maioria das doenças cardiovasculares desenvolvidas eram causadas por factores de estilo de vida, com apenas uma pequena parte devida à heretariedade. O que fazemos e como vivemos tem um impacto maior na nossa saúde cardiovascular do que os nossos genes. Quanto mais cedo fizermos as escolhas acertadas, mais e melhor tempo viveremos. É difícil fazer exercício, mesmo que seja apenas 20 minutos de caminhada vigorosa diariamente? Talvez. É aborrecido fazer restrições alimentares, especialmente ao nível dos açúcares, pão, e batata? Certamente. Mas acreditem que o esforço compensa largamente!