Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Seg | 16.08.10

FÉRIAS E ASNEIRAS

Dr. Luís Romariz

Nestas férias aproveitei para observar os hábitos alimentares dos portugueses, pelo menos dos que almoçaram e jantaram no hotel.

Comecemos pelas bebidas. Raramente vi pessoas a beberem exclusivamente água. Poucas foram as que beberam vinho. Algumas bebiam cerveja, aí até eu pequei algumas vezes, mas o grosso bebia refrigerantes, sumos e uma mistura arrepiante constituída por cerveja e “seven-up” – pior é impossível!

Infelizmente, ninguém consegue explicar que é muito mais salutar uma cerveja do que a mesma quantidade da mistura referida. É que os refrigerantes estão cheios de frutose a qual se converte inexoravelmente em gordura, deixando pelo caminho um rasto de hipertensão arterial e um cheirinho a diabetes…!

Passemos então à comida propriamente dita. Quase não há português que se preze, pobre ou rico, que em face do sistema buffet não aproveite… é sempre a aviar, que até é pecado deixar comida. Vai de tudo desde o pão, até às saladas – que servem de indulgência – que precedem as pratadas das várias especialidades gastronómicas tão portuguesas. Depois claro, os doces pois o que é doce nunca amargou. Feitas as contas, em cima dos joelhos, eram refeições para passarem facilmente das 1200 Kcal. Apenas um pouco mais das necessidades diárias (numa só refeição). Garantidamente cerca de 200 gramas de gordura extra por dia. E isto sem contar com gelados e outras bebidas consumidas fora das refeições. Esta gente nunca ouviu falar de obesidade, diabetes, s. metabólico, doença cardiovascular, trombose cerebral, etc.

O exercício ficava-se por uns banhos de mar e muito descanso. Pois, férias são para isso mesmo – comer à fartazana e descansar o máximo possível. Já se trabalha demasiado durante o ano, embora normalmente sentados 6 a 8 horas por dia!