Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

01.04.20

COVID-19: tem a certeza que a sua tiroide está pronta para a luta?


Dr. Luís Romariz

A tiroide é uma glândula em forma de borboleta que está localizada na base do pescoço. Ela é a responsável pelo nosso metabolismo, ou seja, pela “velocidade” de funcionamento de cada uma e de todas as células. Assim sendo, a resposta imune também está dependente desta glândula. Como já tenho vindo a referir, uma das armas para matar os vírus é a temperatura corporal/febre!

Ora uma hipotiroide (mais lenta), produz baixas temperaturas corporais e uma resposta imune mais lenta. O problema é que a maioria dos doentes com hipotiroide subclínica não está diagnosticada, ou está invariavelmente mal tratada.

Como podemos saber se temos hipotiroidismo? A maneira mais correta é através do doseamento hormonal da TSH, T3 e T4 livres. Mas nestes tempos conturbados podemos medir a temperatura corporal matinal ainda antes de nos levantarmos. Se ao fim de 5 dias a média for menor do que 36.5ºC, então há um problema.

E quais as razões para uma tiroide lenta? De forma grosseira:

  • Doença autoimune (Hashimoto); tem muito a ver com a sensibilidade ao glúten!
  • Aplicação de produtos de contraste iodados em exames médicos.
  • Deficiência em Iodo.
  • Deficiência em nutrientes que ajudam à conversão da T4 em T3 (a forma ativa da hormona), tais como vitaminas do complexo B, magnésio, zinco, selénio e vitamina C, ou mais raramente a insuficiência em tirosina (proteína).

Cuide-se!

01.04.20

COVID-19: Anti-inflamatórios: sim ou não?


Dr. Luís Romariz

  • Foi emitido um aviso contra a utilização de anti-inflamatórios não esteroides (AINE´s), tais como Brufen (ibuprofeno) e Aspirina (AAS), preferindo-se o uso de antipiréticos como o Ben-U-Ron (paracetamol).

  • Há, no entanto, uma poderosa razão subadjacente para evitar usar os AINE´s, bem como outros antipiréticos quando existir febre. Esta, faz parte da resposta imune aos vírus; é uma das formas de matarmos os vírus.

  • Tratar a febre pode prolongar e exacerbar a virose, e tem-se demonstrado poder aumentar a mortalidade.

  • A investigação científica mostra que o Brufen não melhora a sobrevivência nos pacientes com sepsis (infeção no sangue). As proteínas “heat-shock” cuja produção é induzida pela febre protegem-nos da lesão oxidativa causada pela sepsis, pelo que ao suprimi-las, os AINE´s podem piorar o quadro clínico.

  • Aliás, esta lesão oxidativa é uma das razões porque recomendo que se tomem suplementos antioxidantes. Estes limitam os “estragos” causado pela necessária inflamação contra a covid-19.

  • Por outro lado, tudo o que possa induzir um aumento da nossa temperatura corporal, será bem-vindo – sauna, exercício com sudorese profusa.