Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sex | 26.07.13

DISBIOSE INTESTINAL

Dr. Luís Romariz

O extracto de Romã padronizado para o seu ingrediente mais activo, a punicalagina, tem recebido muita atenção pelo seu papel relevante na protecção cardiovascular, gestão do peso, e prevenção do cancro. Sendo os componentes mais activos, as punicalaginas têm ainda um potente efeito antifúngico contra a Cândida albicans que é o fungo responsável pela maioria das vaginites e pela infestação oral e intestinal. A punicalagina faz isto lesando a parede da célula do fungo, o que é importante pois a Cândida albicans sobrevive erigindo um poderoso “campo de forças” à volta da sua membrana celular.
A candidíase é sem sombra de dúvidas a grande culpada das disbioses intestinais, condição na qual está profundamente alterada a flora intestinal com a consequente sintomatologia:

  • Alteração da motilidade intestinal
  • “Inchaço da barriga”
  • Mau hálito e mau gosto
  • Alteração da permeabilidade intestinal com alteração da imunidade
  • Alteração nas hormonas esteroides

 

Muitas pessoas padecem desta condição por uso abusivo dos antibióticos, derivados da cortisona, álcool e dietas ricasem açúcar. Astoxinas da Cândida albicans interferem na actividade cerebral podendo levar a perda de memória, depressão, e obesidade. E apenas com dois gestos simples, ingerir poucos hidratos de carbono e ingerir romã, podemos manter inibido o crescimento deste fungo.

Sex | 26.07.13

DEMÊNCIAS

Dr. Luís Romariz

Cada vez mais sabemos que a doença de Alzheimer, bem como as outras demências, está dependente de um mau fluxo sanguíneo cerebrovascular. Mesmo as pessoas que já apresentam alterações na memória podem beneficiar dos fármacos que melhoram a circulação do sangue. Portanto a gestão dos factores de risco vasculares como a hipertensão arterial e os triglicerídeos, bem como adopção de um estilo de vida saudável em que o exercício físico seja a cereja em cima do bolo, ajudam a prevenir as demências. A Gingko, a vimpocetina, a soludexida, a mini aspirina, e muitos antioxidantes como o resveratrol, são de muita utilidade no alcançar deste desiderato.

Seg | 22.07.13

MAGNÉSIO MILAGROSO

Dr. Luís Romariz
Como corolário da agricultura moderna os alimentos ficam exauridos de nutrientes e de minerais vitais à nossa saúde. Estima-se que 75% das pessoas não obtenham as recomendações mínimas diárias deste nutrientes, e particularmente de um mineral absolutamente essencial: o magnésio. Esta insuficiência roça proporções epidémicas, podendo ser uma das causas de graves problemas na saúde humana. Na realidade, a insuficiência em magnésio é comum nas pessoas que padecem de doença cardiovascular e representa um factor de risco independente nesta patologia. Quer o músculo cardíaco, quer as artérias necessitam de magnésio – o inibidor natural dos canais de cálcio – para um desempenho óptimo por uma serie de razoes – desde uma frequência cardíaca regular até uma tensão arterial saudável. Não admira pois, que quando este mineral esteja em falta, a saúde (nomeadamente a saúde cardiovascular) fique em falta!
O magnésio é o parceiro inseparável do cálcio, sendo também imprescindível para termos um bom esqueleto. O magnésio tem impacto sobre:
• Ansiedade, pois normaliza as hormonas sob controlo adrenal.
• Asma.
• Coagulação sanguínea, previne os coágulos pois mantém o sangue “fino”.
• Obstipação.
• Cistite e disquinésia biliar.
• Depressão, a serotonina depende do magnésio.
• Desintoxicação, especialmente dos metais pesados.
• Diabetes.
• Fadiga muscular (cãibras).
• Osteoporose.
Seg | 15.07.13

NÍVEIS INSUFICIENTES DE D = ENVELHECIMENTO ÓSSEO ACELERADO

Dr. Luís Romariz

A vitamina D é precisa à absorção e fixação do cálcio nos ossos, mas também desempenha papel relevante noutras patologias. De facto, níveis inferiores a 20 ng/ml conduzem a osteomalácia (a variante do raquitismo nos adultos), Em consequência da diminuição da mineralização da matriz óssea é o aumento osteóide, altamente susceptível às fracturas. A tendência para fracturar aumenta em 31%. Para além disto, a insuficiência em vitamina d induz envelhecimento ósseo prematuro. As ameixas secas são o fruto mais talhado para minimizar os efeitos da osteoporose, pois diminuem a actividade dos osteoclastos (células que destroem osso).
Conclusão: aproveite o Verão para se expor ao sol durante 20 minutos sem protector, e coma uma mão cheia de ameixas. E não se esqueça da água para hidratar. Preferencialmente água alcalina (poupa os ossos), como é o caso da água de Monchique.

Sab | 13.07.13

CONSULTAS EM LISBOA

Dr. Luís Romariz

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:

  • Clinica Bioart na Avenida 5 de Outubro, Edificio Presidente
  • Tel. 911505993 / 225020800 / 217 935 375

Para aceder aos cosméticos biológicos ligue 220925542

Sab | 13.07.13

OS MEDICAMENTOS PARA A AZIA PODEM CAUSAR DOENÇA CARDÍACA!

Dr. Luís Romariz

Medicamentos tomados por milhões de pessoas em todo o mundo para a azia e o refluxo ácido podem contribuir para o aparecimento de doença cardíaca. Os chamados inibidores da bomba de protões (pantoprazol, lanzoprazol, omeprazol, etc.) causam vasoconstrição a qual pode levar a problemas cardiovasculares quando estes fármacos são tomados de forma prolongada. Estes problemas incluem hipertensão arterial e insuficiência cardíaca. Estes inibidores que impedem o relaxamento dos músculos das paredes arteriais, também estão associados ao aparecimento de fracturas ósseas e de infecções. Inibem igualmente a absorção correcta de várias vitaminas e minerais, nomeadamente a vitamina B12. Homens, atenção pois estes fármacos inibem em 25% a produção de óxido nítrico que dilata as artérias penianas permitindo uma erecção eficaz.

Qui | 04.07.13

CANCRO DA MAMA E ÓMEGA-3

Dr. Luís Romariz

Resultados da revisão de vários estudos médicos apontam para a evidência de uma protecção fornecida pelos óleos marinhos EPA e DHA (óleo de peixe) em relação ao cancro da mama. Não me espanta, pois o cancro tem subadjacente uma inflamação persistente, e estes óleos travam a inflamação. O ALA que é o precursor destes óleos, e contido principalmente nas plantas, também exerce algum deste efeito. Foram analisados mais de 20905 casos de cancro da mama, o que é um número extraordinariamente significativo, e foi estabelecida a associação positiva entre os óleos marinhos e a diminuição do risco de cancro da mama na ordem dos 14% para quem toma 1 grama de ómega-3, sendo que por cada grama extra se consegue uma redução de 5% no risco de contrair cancro da mama.

Ter | 02.07.13

CONSULTAS EM lISBOA

Dr. Luís Romariz

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:

  • Clinica Bioart na Avenida 5 de Outubro, Edificio Presidente
  • Tel. 911505993 / 225020800 / 217 935 375

Para aceder aos cosméticos biológicos ligue 220925542

Ter | 02.07.13

O SOL NOSSO DE CADA DIA!

Dr. Luís Romariz

As ideias errôneas podem ser fatais. Se pensa que se pode deitar e expor ao sol, desde que esteja coberta por protetor solar, a ciência indica que está mortalmente errada! Cada vez mais, os estudos médicos apontam para o facto de que nenhum protetor solar evita o fotoenvelhecimento.

Mesmo que opte por evitar o banho de sol, a exposição diária normal (cerce de 30 minutos semanais) provoca este tipo de envelhecimento da pele. De facto, a exposição solar do dia-a-dia é causa de envelhecimento. Basta comparar as mãos com a pele de uma zona que nunca esteja exposta, como as nádegas por exemplo.

Com o início dos longos dias solares típicos do Verão, ao que se soma a progressiva depleção da proteção terrestre da camada de ozono, proteger a pele contra os efeitos da radiação solar deve ser uma tarefa prioritária. À medida que aumenta a incidência dos cancros cutâneos e do fotoenvelhecimento a níveis epidémicos, tomar iniciativas preventivas passa a ser de importância capital.

Mas também é um facto que precisamos dos raios UVB (os UVA são cancerígenos) para fabricarmos vitamina D. Então pode ser boa opção uma exposição solar de 30 minutos diários sem proteção, excetuando as zonas mais sensíveis ao fotoenvelhecimento (rosto, colo, dorso da mãos). Concomitantemente, fazer uma boa hidratação com água – preferencialmente alcalina – ingerir um grama de óleo de peixe às refeições, suplementar com astaxantina 8 mg dia e muita laranja.

Boas férias!