Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Seg | 18.03.13

SUPLEMENTOS

Dr. Luís Romariz
Ex. Sr Dr.

Gostaria que me desse alguma ajuda, no que respeita a suplementos para o meu sistema imunitário, uma vez que a medicação que faço é muito violenta. Faço metotrexato 20mg todas semanas e no mesmo dia inj. Começei  o mês passado a fazer simponi uma inj. Caneta na coxa de 50mg. A dosagem é uma por mês e no mesmo dia. Mas tem muitos inconvenientes, porque facilmente posso apanhar tubercolose, pneumonias,linfomas,leucemia,etc. Claro que isto é assustador, mas ao mesmo tempo não tenho dores e tenho muito mais qualidade de vida. Por isso se pudesse ajudar-me, para pelo menos eu ter o meu sist imunitário mais forte agradecia enternecidamente. Muito Obrigado.
 
Olá
Aconselho-a ao seguinte:
Vitamina C retard 1+1
Vitamina D 2000 UI por dia
Acetilcisteína 600 mg
Astaxantina 8 mg
Iodo (Iodiben nas farmácias)
Iogurtes com bacilos activos
Magnésio (magnetrans nas farmácias)
Ómega 3 (por exemplo o óleo de sardinha da Biovea.pt)
Seg | 18.03.13

AINDA A VITAMINA D

Dr. Luís Romariz

De João Pereira a 12 de Março de 2013 às 02:37 Boa noite Dr. É com agrado que vejo que continua a oferecer esclarecimentos a todos, pondo-nos sempre a par de úteis conhecimentos que as vezes muito chocam com as verdades instituídas. Sou doente hipertenso e sofro de diabetes tipo 2 tenho lido sobre as suas recomendações no que toca à medição da vit d que penso fazer em breve, mas no laboratório pedem-me 60 € para a medir, não sabia que era tão cara. No entanto gostava de saber qual a sua recomendação no que toca à suplementação, pois se a minha também andar por volta dos 20 e tal 30 devo eu suplementar com algo do género 10.000 ui/dia ou 100.000/semana? Qual acha o Dr. ser a melhor e mais segura forma? Durante +- quanto tempo? Existe perigo com o cálcio? Obrigado

 Cumprimentos E continuação de um blog elucidativo.

 

A maneira mais sensata será fazer o doseamento do 25 OH colecalciferl e suplementar de acordo com isso.

Na impossibilidade de o fazer, pode suplemnetar com 2000 UI por dia.

Seg | 18.03.13

REPOSIÇÃO HORMONAL

Dr. Luís Romariz

Caro Dr. Romariz, sou seguidora dos seus artigos e, caso não fosse a crise e redução de vencimento, creia que estaria no seu consultório! Tenho 47 anos e fiquei menopausica aos 43. Faço apenas o Estrofito forte, mas durmo mal , tenho imensos afrontamentos e estou descontrolada c/ a ingestão de doces ( já o faço ás escondidas ...) o que poderei fazer mais p/ minimizar um pouco esta trapalhada toda ? Desde já, muito obrigada.

 

Olá

A sua menopausa privou-a de hormonas sexuais, nomeadamente da progesterona.

O estrofito contém substâncias parecidas com os estrogénios, mas como dizia o anúncio “se é parecido é porque não é igual”. Na realidade o seu corpo não tem falta de isoflavonas de soja, antes sim de hormonas humanas.

Assim, acho que deve dosear as suas hormonas e repô-las de acordo com as análises. Estradiol, progesterona, testosterona, DHEA, SHBG, tiróide, cortisol, insulina, FSH.

Fico a aguardar.

Seg | 18.03.13

ÁCIDO FÓLICO E B12 VS CÉREBRO

Dr. Luís Romariz

A reconhecida capacidade do complexo vitamínico B para beneficiar o sistema nervoso e a inteligência, define um papel importante para a nutrição básica o qual vai mais além do que a noção de nutrição na deficiência. A optimização das vitaminas B12 e do ácido fólico pode ter um impacto profundo nas capacidades cognitivas (pensamento), especialmente à medida que envelhecemos. Dantes pensava-se que estas vitaminas apenas tinham importância nas anemias, pelo que não se prescrevia suplementos fora do âmbito destes casos. Este tipo de pensamento modificou-se, e actualmente procura-se optimizar os nutrientes de forma a obter as melhores funções possíveis. O ácido fólico é imprescindível para a metabolização saudável da homocisteína (esta é capaz de lesar o interior das artérias), e a B12 ajuda a metabolizar o ácido metilmalónico. Quando estes sobem no organismo, descem as pontuações da capacidade cerebral. A dose de suplementação para a B12 varia entre 1 e 2 mg. O ácido fólico, a dose de 5 mg é o suficiente.

Qua | 13.03.13

SUPERMIRTILOS

Dr. Luís Romariz

Não subestime os mirtilos. O que lhes falta em tamanho, compensa em benefícios para a saúde – também tem um bom sabor. Há muito referenciados pelos nutricionistas, os mirtilos beneficiam o cérebro e ajudam a combater a diabetes. Um recente artigo publicado pela Associação Americana do Coração sugere que comer100 gramasde mirtilos reduz o risco de ataque cardíaco. O que faz deste super alimento, super? Os flavonoides bioactivos neles contidos, conhecidos como antocianinas e que lhes conferem a cor característica. Há outros como a quercetina e a  apigenina das cebolas; naringenina dos citrinos; e as catequinas dos chás, que conferem cores típicas aos frutos e legumes. Todos estes compostos das plantas servem um propósito que nós aproveitamos ao os ingerir. As antocianinas dos mirtilos têm o poder de dilatar as artérias, reduzindo a aterosclerose. A maioria dos flavonoides são antioxidantes, os quais inibem a lesão celular e previnem o aparecimento de certos tipos de cancro, incluindo do pulmão, próstata e mama. A hipótese é que a maioria das doenças crónicas e o envelhecimento resultam da agressão pelos radicais livres com a consequente oxidação. Uma alimentação rica em frutos e legumes frescos é ideal para contrapor à agressão diária dos oxidantes e outros tóxicos. Quando comemos melhor, sentimo-nos melhor.

Ter | 12.03.13

DIETA MEDITERRÁNICA

Dr. Luís Romariz

Embora haja muitas variações da dieta mediterrânica, o seu padrão reside numa alimentação sem alimentos processados. A ênfase nos vegetais frescos, nos frutos secos, e no azeite, a par do vinho tinto – elevado conteúdo em resveratrol – conduz a uma dieta altamente saudável. Todavia, convém não esquecer um factor confusional, raramente presente nos estudos clínicos de longevidade. Trata-se do sol. A radiação solar UVB faz produzir vitamina D, a qual tem acções importantíssimas no nosso corpo incluindo o aumento da longevidade. Agora, um estudo, considerado um marco, revela evidência de que o que importa é a qualidade da gordura ingerida e não a sua quantidade. O alto conteúdo em ómega-3 contido na dieta mediterrânica proporciona ganhos de saúde importantes. Um estudo importante, efectuado em Espanha, e que incluiu 1500 indivíduos entre os 55 e os 80 anos, seguidos durante 5 anos, mostrou uma diminuição no enfarte do miocárdio de 30% e no AVC em 49% nas pessoas que aderiram à dieta mediterrânica. Assim, o papel causal da dieta mediterrânica na prevenção da doença cardiovascular tem uma elevada probabilidade biológica. Recomendo uma dieta pobre em HC (apenas vegetais e frutos), rica em gordura saudável como o azeite e manteiga. O peixe gordo, o marisco, e os frutos secos devem fazer parte importante desta dieta. Algum vinho tinto ajuda a prolongar a longevidade. O sol é parte imprescindível no estilo de vida mediterrânico, e nos meses em que a radiação solar é mais ténue devemos suplementar com uma associação de vitamina D e K2.

Sab | 09.03.13

MEDICAÇÃO ANTI-HIPERTENSORA PODE AUMENTAR O RISCO DE MORTE

Dr. Luís Romariz

Dados de um mega estudo sobre hipertensão arterial e doença coronária, apontam para a possibilidade de que a medicação anti-hipertensora possa causar mais mal do que bem. Cada doente recebeu medicação para tentar alcançar o objectivo de uma pressão sistólica (máxima) de130 mmHg. Descobriu-se que este apertado controlo NÃO se associou a melhores resultados, antes pelo contrário. A boa notícia é que a maioria das pessoas não necessita de fármacos para estabilizar a tensão arterial. Basta alguns pequenos ajustamentos. A sua dieta é à base de cereais e pouca gordura? Então está no caminho … errado! Este tipo de alimentação contribui para a inflamação, doença cardiovascular e muitos outros problemas crónicos. Inverta a tendência, comendo mais gordura e muito menos cereais (grãos). À medida que a insulina aumenta, aumenta a tensão arterial. E isto não é informação de ponta, pois já em1998 arevista médica Diabetes reportava que 2/3 das pessoas com resistência à insulina tinham hipertensão arterial. Os fármacos prescritos matam mais pessoas do que a droga ou os acidentes de viação, mesmo quanto tomados segundo a prescrição médica. Então, tente controlar a sua TA da seguinte forma:

  • Substitua os cereais (pão, açúcar, batata, arroz, massa, etc.) por legumes.
  • Normalize a sua proporção omega-6/ómega-3. Ingira salmão, sardinha e outros peixes gordos. Tome suplementos de óleo de peixe.
  • Controle o consumo de cafeína. Se for sensível, tome descafeinados.
  • Consume alimentos fermentados como os iogurtes, kefir, sauerkraut, e queijo. São fonte importante de vitamina K2 que é protectora do coração e do cérebro.
  • Optimize os níveis da vitamina D. A sua insuficiência interfere no sistema renina-angiotensina, o qual regula a tensão arterial. Tome banhos de sol, ou suplemente com a vitamina D.
  • Faça do exercício físico uma prioridade.
  • Use solas de material natural, pois os isolantes aumentam a possibilidade de inflamação (todavia, estamos preparados para andar descalços) equilibrando as cargas eléctricas com o solo.

Suprima o stress. Afaça exercício físico, exercícios respiratórios, ou técnicas de liberdade emocional (EFT).

http://www.youtube.com/watch?v=IWu3rSEddZI

Sex | 08.03.13

RUGAS NO ROSTO

Dr. Luís Romariz

Bom dia Doutor!

Para as rugas estou a tomar os seguintes suplementos: reverestrol (2 cápsulas por dia), pycnogenol (2 cápsulas por dia) e astaxantina (1 cápsula por dia). Tenho 40 anos, pele clara e fina. Concorda com estes suplementos diários? Obrigada pela atenção!

CAF

 

Olá

Sim, concordo. Pode juntar SOD.

É muito efectiva a mistura de vitamina C+ácido hialurónico+silício+vasoactivo+procaína, em microinjecções na pele.

Sex | 08.03.13

MAIS AÇÚCAR = PIOR DIABETES

Dr. Luís Romariz

Embora a obesidade predisponha à diabetes tipo 2, os investigadores científicos sugerem que o açúcar pode ter um contributo directo, independentemente da associação à diabetes. Uma vez examinados os dados sobre a disponibilidade de açúcar e a taxa de diabetes, nas ultimas décadas, e em 175 países, verificou-se que o consumo de açúcar aumentou e se associou à severidade da diabetes, independentemente da obesidade. Por cada 150 calorias adicionais –35 gramasde açúcar – a prevalência de diabetes aumentou em 1%, mesmo quando se controlou a obesidade, sedentarismo e outros factores. Em relação ao açúcar, todo o mal é mediado pela insulina!

Qui | 07.03.13

D-LIMONENE

Dr. Luís Romariz

A base científica para usar o d-limonene, especialmente na desintoxicação hepática, está bem estabelecida na literatura. Para além disto este composto tem várias propriedades saudáveis, que emergem da investigação científica. Não há qualquer inconveniente em incorporar este nutriente na alimentação, antes pelo contrário. Os terpenos são componentes básicos da alimentação humana, utilizados pelo nosso organismo desde há milhões de anos, promovendo a saúde humana. O d-limonene é um mono terpeno encontrado na pele e partes brancas das laranjas, e que apresenta poderosas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, sendo útil numa grande variedade de processos metabólicos. Também tem propriedades anti-cancerígenas (interfere no factor NF-KB) e é precioso na gestão do peso corporal. Melhora a digestão, e é um potente desintoxicante hepático – fases I e II. O d-limonene tem a capacidade de “limpar” a gordura acumulada, ajudando a controlar o “colesterol”. Finalmente, tem a capacidade de controlar a ansiedade ajudando a conseguir um bom sono.

 

Pág. 1/2