Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sab | 26.03.11

CREMES

Dr. Luís Romariz

Boa tarde Dr. Luis Romariz,

Espero que esteja bem. Será que me pode informar onde é que se compram cremes biologicos/organicos para o rosto ????

Tenho 43 anos e uma pele mista e  sensivel , pelo que gostaria de comprar um creme que combatesse as rugas mas não sei o que comprar nem onde comprar. Gasto dinheiro na perfumaria, mas acho que o que compro não é o mais indicado para a minha pele.

Será que o Dr. me pode ajudar?

 

Cara Joana

Pode falar com a Dra. Isabel Figueira da farmácia central de Valongo pelo 224220111 e encomendar o que achar necessário. São certificados e de muito baixo preço.

Sab | 26.03.11

CIENTISTAS RECOMENDAM: VITAMINA D, 4000 – 8000 UI DIARIAMENTE

Dr. Luís Romariz

Há actualmente um consenso alargado para a manutenção de níveis mais elevados – cerca de 80 ng/ml – de vitamina D com o intuito de prevenir certos tipos de cancro. Surpreendentemente, descobriram que uma dose suplementar de 9600 UI diárias de vitamina D permitiam a 97% dos doentes alcançar os 40 ng/ml – limite inferior da gama de protecção. São precisas 4000/8000 UI de vitamina D para manter os níveis séricos necessários a uma redução do risco de várias doenças em 50% – cancro da mama, do cólon, esclerose múltipla, e diabetes tipo I. Quanto à propalada intoxicação com vitamina D, nada foi observado com doses diárias de 10.000 UI. Colocando-se agora nos 200 ng/ml a fasquia da toxicidade. 

 

Sab | 26.03.11

O SEU TELEMÓVEL É SEGURO?

Dr. Luís Romariz

O velho ditado “não há fumo, sem fogo” bem se pode aplicar no que concerne à radiação emitida pelos telemóveis. Durante demasiados anos, os grandes fabricantes varreram da publicidade a informação de que as radiações dos telemóveis podem ser perigosas para o cérebro. Sabia que muitos manuais de telemóveis vêm com a indicação “não operar junto ao ouvido”? E sabia que muitas companhias de seguros se recusam a cobrir os operadores de telemóveis no caso de lesões por utilização contínua dos seus aparelhos? A radiação dos telemóveis (microondas) penetra no cérebro humano e ataca o ADN. Os fabricantes têm argumentado que os telemóveis não interferem ou interagem com a química cerebral, seja de que maneira for. No mês passado alguns dos mais proeminentes cientistas mundiais publicaram os seus resultados no Journal of the American Medical Association (JAMA) provando sem sombra de dúvida que os telemóveis influenciam a química cerebral. Estes estudos abrem a porta à consciencialização do risco potencial na utilização destes aparelhos, especialmente a utilização prolongada com a antena do telemóvel próxima do cérebro. Também se demonstra que a utilização de dispositivos com fios ou tipo bluetooth torna o telemóvel inofensivo.

Qua | 23.03.11

ESTUDO CONFIRMA QUE O CAFÉ FAZ BEM

Dr. Luís Romariz

 

Um artigo publicado na revista médica Stroke revela os resultados de um grande estudo efectuado em Suecas consumidoras de café em que o risco de AVC estava diminuído. Susanna Larson e col.do Instituto Karolinska avaliaram os dados de 34.670 mulheres entre os 49 e os 83 anos que estavam sob observação de um estudo relacionado com mamografias, e investigaram a associação entre o desenvolvimento da doença, a dieta e os estilos de vida. Foi determinado o consumo diário de café e a observação focou-se em dez anos, durante os quais se caracterizou a associação com AVC e se verificou um risco diminuído em 25%. Foram sugeridos como mecanismos de acção prováveis a diminuição da resistência à insulina, bem como do stress oxidativo e da inflamação.

 

“Os investigadores observaram uma relação inversa entre o consume de café e o risco dos fumadores Finlandeses”, disse o Dr. Larson. Algumas mulheres evitaram o consumo de café por pensarem que não era saudável, quando de facto crescente evidência revela que o consumo diminui o risco de algumas doenças como a diabetes, cancro do fígado e AVC. Mais uma vez, as aparências iludem …!

Seg | 21.03.11

O SEGREDO JAPONÊS

Dr. Luís Romariz

Os Japoneses vivem mais do que os que não vivem no Japão. A média da longevidade é quase 83 anos, enquanto nos Ocidentais anda à volta do 78 anos. Tem de haver um segredo …

Uma grande diferença reside no consumo diário de um potente antioxidante chamado epigalocatequina-3-galato ou apenas EGCG. Nós pouco EGCG obtemos através dos alimentos que comemos. Por sua vez os Japoneses obtêm-na pelo consumo diário de chá verde. Então o que torna O EGCG tão especial? Bem, os cientistas descobriram a evidência do “gene da longevidade” há 20 anos atrás. É um gene capaz de aumentar o tempo de vida. Há algumas maneiras de “ligar” este gene. Uma delas é através da restrição calórica. Há uma família de genes protectores chamados sirtuinas que sob condições de stress extremo – a fome – são ligados transmitindo a todas as células sinais para cancelarem os efeitos do envelhecimento. Isto até poderia ser uma solução para o envelhecimento … se a fome fosse uma opção. É aqui que entra a EGCG pois ajuda aligar os genes da longevidade de maneira similar à fome. Também ajuda neste processo de envelhecimento porque:

  • Neutraliza os radicais livres
  • Mantém o ADN saudável
  • Aumenta a capacidade para o exercício
  • É25 a100 vezes mais potente que as vitaminas C e E

O resveratrol é um antioxidante encontrado nas uvas e no vinho tinto que também tem a capacidade de ligar as sirtuinas. A metformina, fármaco de origem vegetal usado para tratar a diabetes, também mimetiza a restrição calórica. O exercício intervalado também activa estes genes. Assim, temos várias formas sinérgicas de activar os nossos genes da longevidade…

 

Seg | 21.03.11

Caro Alexandre

Dr. Luís Romariz

Exmo. Senhor Drº Luís Romariz tenho 50 anos, sou homem, fumo só à noite, neste momento não faço desporto e estou com excesso de peso, 87KG para1,77 mde altura, tensão arterial de 140/91, e já tomo um Crestor juntamente com meio comprimido de Ezetrol de 5g e um de Cartia há algum tempo e o meu colesterol anda dentro dos limites com excepção do Triglicérides. Será que devo questionar o meu médico assistente sobre se é mesmo necessário tomar Crestor? É que de todas as estatinas que eu já tomei, esta parece ser a que menos efeitos secundários me provocam. Embora as funções hepáticas andem sempre no Red Line. Já deixei de tomar durante uns meses este "cocktail" de medicamentos e os valores dispararam logo. Pode dar-me a sua opinião. Muito agradecido. Com os meus melhores cumprimentos, Alexandre

 

O fumo, como deve saber é mais um factor de risco cardiovascular. Deixe o tabaco. Estou à vontade para lho dizer, pois em tempos já dei para esse “peditório”. O excesso de peso é outro factor de risco. A sua tensão está de acordo com o peso e o resto. Os trigliceridos são quem colocam o risco cardiovascular, pois fazem com que as partículas de “colesterol” se tornem aterogénicas. Nestas, o Crestor nada faz … pense nisto!

Qua | 09.03.11

O CHOCOLATE AUMENTA O “BOM” COLESTEROL

Dr. Luís Romariz

Vários estudos sobre o chocolate publicitam os seus benefícios para a nossa saúde. Grama por grama parece que o chocolate com um processamento mínimo possui mais capacidade antioxidante do que a fruta. O chocolate a juda a regular os genes envolvidos no metabolismo do colesterol e pode conduzir ao aumento da produção do colesterol HDL – o “bom” colesterol. Comparando o cacau e o chocolate negro aos frutos descobriu-se que o chocolate tem uma maior actividade antioxidante bem como uma maior concentração de polifenois, daí que os investigadores o tenham apelidado de “super fruta”. Mas cuidado porque a maioria do chocolate comercializado pouco mais é do que açúcar desprovido de polifenois e de qualquer actividade biológica. Os polifenois do cacau protegem o colesterol LDL – o “mau” colesterol – da oxidação, impedindo-o assim de exercer a sua actividade “maléfica”. Ao activar os genes que aumentam a produção do colesterol HDL podem-se tornar numa parte da solução para as alterações dos lípidos sanguíneos. 

Seg | 07.03.11

PROTECÇÃO SOLAR

Dr. Luís Romariz

 

A imprensa e os “peritos” da comunidade médica querem fazer crer que devemos usar protector solar durante todo o dia, e que isto é a melhor coisa que podemos fazer para nos protegermos da acção perniciosa dos raios solares. Dizem que é uma parte vital da rotina diária e que devemos faze-lo sempre que saímos de casa. De acordo … mas isto pode ser perigoso para a saúde e para a própria pele! Os protectores à venda impedem que a pele fique queimada através da acção de absorção dos raios solares ultra-violeta. Mas atenção, algo que seja absorvido pela pele passa através da corrente sanguínea para dentro do nosso corpo. E é precisamente aqui que começam os problemas. A maioria dos protectores solares contêm ingredientes que podem causar sérias lesões, as quais excedem de longe os benefícios da protecção solar. O ingrediente mais problemático é a benzofenona. Este torna-se um radical livre que ataca os nossos adipócitos, proteínas e ADN. Para alem disso causa desequilíbrios hormonais, envelhecimento prematuro e eventualmente certos tipos de cancro – como o cancro da mama. Eu recomendo aos meus pacientes que se exponham ao sol durante 10 a 15 minutos sem protector solar. Desta forma obtêm os benefícios da radiação UVB sem os malefícios associados ao foto-envelhecimento. Mas se for expor-se muito tempo ao sol deverá querer proteger a sua pele da forma o mais natural possível. O melhor protector é o óxido de zinco. Opera bloqueando ambos os tipos de radiação, UVA e UVB. (ver post sobre protectores solares).

Pág. 1/2