Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Qui | 07.01.10

Caro Prof. João

Dr. Luís Romariz

Exm Doutor Luis Romariz

Antes de mais felicito-o pela enriquecedora e pertinente informação que apresenta no seu blog abordando a grande temática que é a questão da longevidade. Ao consultá-lo, e como estudante de ciência do desporto, e altamente interessado na questão do exercicio fisico, li com bastante atençao os já antigos textos sobre a relaçao pele/prática desportiva e a sua aplicação inelutavel à terceira idade. Ao observar o excerto sobre a creatina e outros suplementos surgiu-me uma velha questão de novo na minha mente: os seus possiveis efeitos secundários nesse fantástico orgão que é a pele. È veridica a relação vitamina B - aumento do acne? A Creatina poderá ser na sua essencia (ou nas impurezas que por vezes tais suplementos apresentam - destacando-se as diciandiamidas) potenciar o acne? Desde já um enorme esclarecimento sobre tais questões,

João Pedro

 


Lamento, mas não tenho quaisquer dados acerca da possibilidade da creatina poder fazer aparecer acne. Quanto à vitamina B parece-me pouco plausível.Uma certeza nós temos: a creatina e o whey operam maravilhas quer na pele quer nos músculos e energia dos seniores.
Cumprimentos
Luis Romariz

Qui | 07.01.10

EVITE ESTES 7 ALIMENTOS E TERÁ UM 2010 MAIS SAUDÁVEL

Dr. Luís Romariz

1. Tomate Enlatado

Fredrick vom Saal, PhD, um endocrinologista da Universidade do Missouri que estuda o bisfenol-A. O revestimento à base de resinas das latas contém bisfenol-A, um estrogénio sintético que tem sido associado a problemas de saúde que vão desde alterações na reprodução até doença cardíaca, diabetes, e obesidade. A acidez dos tomates causa que o bisfenol-A penetre no alimento.

2. Carne de Vaca de Alimentação Artificial

Joel Salatin, dono das Quintas Polyface e autor de livros sobre a agricultura sustentável. O gado está “desenhado” para comer erva, e não os cereais. Mas os agricultores da actualidade alimentam os seus animais com milho e soja, os quais engordam os animais mais depressa para poderem ser abatidos. Um recente e abrangente estudo demonstrou que comparado o bife de animais de alimentação a cereais com o dos animais alimentados a pasto, este tem mais beta-caroteno, vitamina E, ómega-3, CLA, cálcio, magnésio e potássio.

3. Pipocas de Microondas

Olga Naidenko, PhD, uma cientista senior do Environmental Working Group. Os químicos incluindo o PFOA, que revestem os sacos desta pipocas, são parte de uma classe de compostos que podem estar associados à infertilidade humana. Em animais, estes químicos causam cancros do fígado, testículos e pâncreas. Os estudos mostram que as microondas vaporizam estes químicos – que migram para as pipocas.

4. Batatas não Orgânicas

Jeffrey Moyer, presidente do National Organic Standards Board. As raízes dos vegetais absorvem os herbicidas e os pesticidas, bem como os fungicidas que são lançados aos solos. No caso das batatas elas são tratadas com fungicidas durante a época de crescimento, e posteriormente pulverizadas com herbicidas afim de matar os parasitas antes da colheita. Após a colheita elas são pulverizadas com químicos que as impedem de germinar.

5. Salmão não Selvagem

David Carpenter, MD, director do Instituto for Health and the Environment  University at Albany. A natureza não programou os salmões para estar confinados num cercado e se empanturrarem de soja, de subprodutos de criação, e de produtos de hidrólise das penas de aves. Como resultado, o salmão de cultura é pobre em vitamina D e rico em contaminantes incluindo carcinogénios, retardantes do fogo, e pesticidas como as dioxinas e o DDT.

6. Leite Produzido Hormonalmente


Rick North, director de projecto da Campaign for Safe Food no Oregon Physicians for Social Responsibility. Os produtores de leite tratam as suas vacas com hormona do crescimento de forma a aumentar a produção. Mas esta hormona também aumenta as infecções das úberes e passam para o leite causando o aparecimento da hormona IGF no leite. Nos humanos, níveis elevados desta hormona podem contribuir para cancros da mama, próstata e cólon.

7. Maçãs não Orgânicas

Mark Kastel, co-director do Cornucopia Institute. Num concurso de quem tem mais pesticidas, a maça ganharia. Cada vez mais estudos associam uma grande carga de pesticidas à doença de Parkinson. 

Ter | 05.01.10

VITAMINA C: NOVAS PROPRIEDADES REJUVENESCEDORAS

Dr. Luís Romariz

Pesquisa recente mostra que a vitamina C pode ser uma ferramenta vital para reprogramar as nossas células envelhecidas tornando-as mais novas, abrindo a porta para a terapia de células estaminais baseada nas nossas próprias células. A pesquisa também realça o papel da vitamina C no processo de anti-envelhecimento.

Recentemente os cientistas descobriram que ao activar certos genes se podia reprogramar as células para rejuvenescerem. Contudo, a reconversão era ineficaz se descobrir que a vitamina C acelerava dramaticamente o processo de uma forma extremamente saudável. Outros antioxidantes não demonstram a capacidade de vitamina C para afectar os genes desta maneira, fazendo brilhar uma velha vitamina.

Um problema do envelhecimento e enfrentado pelos cientistas é o da senescência celular – uma característica das células que limita a sua longevidade e previne a proliferação celular ilimitada (cancro). Descobriu-se durante este estudo que a vitamina C desligava este processo da senescência enquanto mantinha simultaneamente a integridade do AND (não ocorrendo assim células cancerosas durante a replicação celular).  

Os cientistas ficaram espantados com o poder da vitamina C, concluindo: “também é interessante que, suspeitando-se há muito tempo dos seus efeitos anti-envelhecimento, tenha uma tal influência na reprogramação das células, o que pode ser considerado uma maneira de reverter o envelhecimento ao nível celular.” 

Ter | 05.01.10

PERCA PESO EXTRA COM ESTAS 3 DICAS

Dr. Luís Romariz

 

O primeiro passo para perder os quilos extra que o Pai Natal lhe trouxe: corte nas calorias, isto é, coma animais e seus derivados acompanhados apenas de legumes e duas peças de fruta por dia. Aumente as caminhadas e tente estes 3 truques:

1. Venha para a luz.  Em laboratório, as células gordas humanas ficaram significativamente mais pequenas quando tratadas com extracto de chá. Uma vez que o chá branco é menos processado do que o verde ou preto, retém maior concentração de compostos que aumentam o metabolismo dos adipócitos, embora o chá verde possa ajudar a diminuir a barriga. 

2. Verifique a velocidade.  Há dois hábitos alimentares capazes de fazer triplicar as suas possibilidades de ter sobrepeso. O primeiro consiste em comer depressa e o Segundo é comer até estar satisfeito. Pare enquanto ainda não estiver cheia.

3. Tome notas.  Manter um diário do que se come ajuda a levar a bom porto os seus esforços para emagrecer.

Quais devem ser os seus objectivos? Perder gordura e barriga. Benefícios: perder peso tem um grande impacto na sua imagem e pode ajudá-la a rejuvenescer.

Seg | 04.01.10

MITOS, PUBLICIDADE E ALIMENTAÇÃO INFANTIL

Dr. Luís Romariz

Actualmente é notícia a obesidade infantil. Espalha-se pela juventude e acompanha-se frequentemente de diabetes tipo II. Apesar de serem conhecidos os inimigos, a Califórnia perdeu a batalha de retirar os doces e os refrigerantes das máquinas de venda, nas escolas.

Isto relembra-nos a necessidade de serem os pais a orientar as escolhas alimentares dos seus filhos. Só que a maior parte também não tem conhecimentos de nutrição humana para poder transmitir aos seus rebentos! Por incrível que pareça até os médicos têm uma educação deficiente no que se refere à nutrição. E o pior é que opinam sobre alimentação e as suas opiniões são levadas a sério. “Foi o doutor que disse…” O que podem fazer os pais? Dar o exemplo. O que é saudável para os adultos também o é para as crianças. Hidratos de carbono restringidos ao mínimo – muitos vegetais e muitos frutos – condescendendo um pouco na massa integral, arroz da variedade Basmati, frutos secos e sementes; proteínas de alto valor biológico como os lacticínios (não abusar), os ovos, frango, peru, peixe e bife magro. Abolir completamente os snacks e os doces. Estes e as bolachas devem desaparecer de casa.
Há um número espantoso de mitos sobre alimentação juvenil:
  • Desde que o meu filho tome vitaminas diariamente, as suas necessidades nutricionais estão satisfeitas. Embora um suplemento possa ser importante, nada substitui os fitoquímicos naturais contidos nos vegetais e nos frutos.
  • Se o meu filho fizer uma alimentação pobre em gorduras será magro e saudável. As gorduras saudáveis – azeite, manteiga, ómega-3 e ómega-6 (na forma de sementes) – são fundamentais para a saúde e para o correcto desenvolvimento cerebral. Os ómega-3 protegem da inflamação silenciosa e o colesterol é a matéria-prima das hormonas esteróides. A ingestão normal de gordura saudável não faz engordar, mas a combinação explosiva de gorduras baratas e frutose está na base da obesidade infantil.
  • Um refrigerante por dia não faz mal. A quantidade de açúcar contida numa garrafa de refrigerante é mais do que suficiente para provocar obesidade a médio prazo.
  • Se o meu filho quiser ser vegetariano, isso é óptimo pois eu não terei de me preocupar mais. Não é incomum que raparigas adolescentes enveredem por este tipo de dieta alimentar, mas na verdade é uma dieta de qualidade muito pobre. Normalmente optam por comer queijo, hidratos de carbono refinados como as baguetes de pão, massa e batatas fritas, e vegetais. Se o seu filho insistir nesse rumo faça-o comer frutos secos, sementes, lentilhas, feijão e tente incluir ovos na alimentação. A soja é um alimento proibido.
  • Não deixo que os meus filhos comam demasiada carne. A carne de pasto não oferece qualquer problema, contrariamente com o que acontece com os frangos de aviário. O problema está no que eles comem com a carne ou como ela é confeccionada – hambúrguer de fast-food, pizza, batatas fritas, bolonhesa – evitando salsicharia e pasta. É perfeitamente saudável um adolescente comer bife, porco, galinha, peru e ovos.
  • Desde que o meu filho ingira um copo de leite com a sua refeição, o resto interessa pouco. O leite não é o alimento completo que se apregoa e certamente não pode substituir os ovos e a carne ou peixe.
  • Se conseguir que os meus filhos comam fruta, isso já substitui os vegetais. Bom, claro que comer fruta é muito importante mas não podemos prescindir das centenas de fitoquímicos contidos nos vegetais, e estes são pouco doces. Cenouras, brócolos, ervilhas, tomates (é um fruto) e pimentos-vermelhos são insubstituíveis por fruta.
Dom | 03.01.10

OS 7 MAIORES ESCÂNDALOS DE 2009 NA ÁREA DA SAÚDE

Dr. Luís Romariz

7º –  A queda do Império: Bob Greene “assobia para o lado”, a Oprah fracassou. A cena é cómica: Bob Grene sentado junto da Oprah no seu show televisivo de fim de ano, enquanto ela tenta explicar ao vivo porque engordou 20 quilos, novamente. Finalmente virou-se para o Greene e disse, “Bob, acho que o teu programa de emagrecimento é um pouco difícil de seguir, algo de errado deve ter.” À medida que o ano finda parece que o novo plano de emagrecimento da Oprah falhou, novamente. Obviamente que o emagrecimento saudável deve ter os seus alicerces na boa prática médica. É preciso verificar o funcionamento hormonal, a história alimentar e psicológica e fazer uma dieta hipocalórica proteinada e vitaminada, de rotura, à qual se seguirá uma dieta de manutenção. Claro que o exercício físico conta e muito, mas o pilar é a restrição calórica.

6º –  Surpresa: Há um aumento do risco de cancro provocado pelas TAC e pelas mamografias. Foi com espanto que ficamos a saber que cerca de 30.000 novos casos de cancro, nos EUA, foram causados pelas radiações destes exames (Archives of Internal Medicine). Para as mulheres o risco de contrair cancro pela acção das radiações é de 1 em cada 270 mulheres examinadas. Já este ano eu tinha alertado para o risco das mamografias e das TAC pedidas sem haver um registo de radiações absorvidas. Ou seja, os médicos prescrevem exames que emitem radiação X, e não têm conhecimento da acção cumulativa de exames anteriores. Por outro lado, os doentes pensam que com este tipo de exames fica tudo esclarecido, o que não é verdade.
5º –  Lamentavelmente, descobriu-se que o tamoxifeno (fármaco para o tratamento do cancro da mama) pode causar formas agressivas de cancro da mama. A utilização a longo prazo do tamoxifeno, aumenta em 440% o risco de agressividade. Mais uma vez repito que a melhor forma é a prevenção proactiva.
4º –   Neurontin e Lyrica são uma sentença de morte para as sinapses cerebrais. Estes fármacos são muito prescritos para situações de dor mas transformam-se num perigo público. Basicamente diminui o potencial de rejuvenescimento cerebral.
3º –  Os cientistas demostraram que a Cumadina (fármaco para dificultar a formação de trombos) aumenta o risco de doença. Enquanto se prescreve cumadina com facilidade, aparentemente porque não se sabe como tornar mais fluído o sangue dos pacientes, os fígados dos doentes sofrem com esta droga. Um artigo publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition revela como a vitamina K (anulada pela cumadina)é vital para a nossa saúde (ossos, impedir a calcificação das artérias, etc.)
2º –  Os antidepressivos estão associados a 67% de aumento do risco de morte. Os cientistas estudaram 136.000 mulheres pós menopausicas que entraram no estudo Women’s Health Initiative, e descobriram que as que tomavam antidepressivos tinham um risco de morte por todas as causas acrescido em 67%. Também o risco de AVC fatal aumentava para o dobro.
1º –  Os cientistas documentaram os perigos das estatinas. Uma nova revisão científica sobre os perigos das estatinas revela o que eu ando a dizer há dois anos sobre este tipo de medicamentos para baixar o colesterol. No estudo fez-se a revisão de 900 estudos clínicos, procurando sobre os seus efeitos nocivos. O estudo demonstrou que as estatinas são potentes perturbadores da normal produção celular de energia – o que significa que elas são contrárias à vida. Grandes farmacêuticas como a Pfizer declararam abandonar o desenvolvimento destas drogas. Na minha óptica são candidatas à “fraude” da década.

Pág. 3/3