Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Qui | 28.01.10

COMO A VITAMINA C PROTEJE A PELE

Dr. Luís Romariz

Estudos efectuados na Universidade de Leicester contribuíram para o entendimento do mecanismo de acção envolvido na capacidade da vitamina C ajudar a reparar e a proteger a pele. Esta vitamina é um cofactor para a síntese do colagénio, a proteína predominante na pele.

 
Dr. Tiago Duarte e col. relataram a descoberta da regulação na reparação do ADN nas pessoas que tomavam suplementos de vitamina C. A corrente pesquisa avaliou a expressão genética e a lesão no ADN e sua consequente reparação em células da pele humana, expostas à vitamina.
  
Adicionalmente à capacidade antioxidante desta vitamina, a equipa do Dr. Duarte descobriu mecanismos adicionais na protecção e reparação da pele.
Osa resultados demonstram que a vitamina C aumenta a cicatrização cutânea ao estimular à divisão celular dos fibroblastos (células da pele) e promovendo a sua migração para as áreas lesadas.
Ter | 26.01.10

É POSSÍVEL EMAGRECER SEM TOMAR MEDICAÇÃO? “NIM”

Dr. Luís Romariz

A máxima em Medicina é “nem sempre, nem nunca”. Vejamos o que se passa com o excesso de peso ou com a obesidade. Antes de mais, convém dizer que é uma doença, e que é multifactorial. Não é branco nem preto, há muitos factores envolvidos e muitas vezes eles somam-se.

Assim, podemos pensar em factores de risco como comer demasiado, comer doces ou hidratos de carbono de alto índice glicémico, comer porque nos sentimos infelizes e a comida conforta-nos, passar a vida a petiscar, medicações, desequilíbrios hormonais, etc.

Então o que fazer? O primeiro passo, sem o qual nunca entenderemos o doente que temos na nossa frente e as causas da sua obesidade, consiste em obter uma história clínica, de exercício físico e nutricional. Assim, ficamos com uma ideia das razões do sobrepeso de cada paciente, a abordagem TEM de ser personalizada, e podemos partir para as avaliações de composição de massa corporal, determinação de pregas cutâneas e análises.

Quando tivermos todos estes dados integrados num diagnóstico será mais fácil determinar a respectiva terapia.

 

Uma perda de peso quer-se à custa de massa gorda e não de músculo ou de órgãos. É pois fundamental a introdução, cientificamente validada, de uma dieta proteinada e suplementada.

O plano nutricional deverá ter em conta os gostos dos pacientes e a sua bolsa. Sem deficit calórico não há perda de gordura. Os suplementos antioxidantes e os extracto vegetais – nomeadamente chá verde, Irvingia e Hoodia – podem ser preciosos e não interferem com o SNC.

Por fim teremos que equacionar: a doente terá algum grau de alimentação emocional? Nesse caso podem ser necessários os tais medicamentos. A questão está em justificá-los e ter em conta os seus potenciais efeitos secundários, explicando-os muito bem aos doentes. A opção final deverá contar sempre com o seu consentimento informado.

 

Por fim o exercício físico. É imprescindível para emagrecer? Não, mas será determinante. Muitas vezes, numa primeira fase, é difícil convencer as pessoas a aderir ao exercício. Mas com o passar do tempo e a constatação que se está a perder massa gorda as pessoas tornam-se mais receptivas ao treino, pois já agora querem tudo a que têm direito. E a modelação corporal passa OBRIGATORIAMENTE... pelo exercício físico!

Este post vem na sequência de um programa na TSF sobre lipoaspiração não invasiva. Independentemente de outras considerações, e das pessoas poderem perder volume, gostaria que reflectissem sobre o seguinte:

A gordura que saia dos adipócitos tem de ir parar obrigatoriamente ao fígado. Este é que vai determinar o que fazer com ela. Não é possível excretar gordura pela urina, e nas fezes a quantidade será mínima. Para verificarem basta fazer uma análise à urina após as sessões e vêem que a gordura é ZERO. Então para onde vai? O pior que poderá acontecer será o fígado depositá-la na cavidade abdominal! 

Dom | 24.01.10

Cara leitora

Dr. Luís Romariz

Em relação ao ao mail anterior, pode dizer-me qual é a sua opinião sobre este adoçante (ver link abaixo)? Os ingredientes são: Oligofructose, Inulin, Fructose, Citrus Peel Extract.

 

Devemos evitar os adoçantes pois estes são como as guerras, sabemos como começam mas não sabemos como acabam. Eu acho preferível, para pequenas quantidades, utilizar o açúcar não refinado.

Quanto à frutose, este  açúcar é o pior a provocar  a formação de AGEs - advanced flication endproducts - que nos envelhecem.

Dom | 24.01.10

Cara leitora

Dr. Luís Romariz

Olá Elisabete

Eu já publiquei um post sobre os defeitos das unhas e as patologias associadas.
Basta clicar unhas e fazer procurar, que chega lá.Se depois tiver qualquer dúvida, diga que é também para isso que aqui estou.
 

Dom | 24.01.10

Caro João

Dr. Luís Romariz

Boa tarde Dr. Luís Romariz,

Gostaria que me ajudasse a resolver o meu problema. Tenho 21 anos e noto que tenho as bochechas "gordas" ao contrario do resto do corpo que tem pouca massa gorda, julgo que se deve á diminuição da prática desportiva. Queria que me esclarecesse 3 pontos:
1º Que intervenções pouco invasivas posso realizar para retirar este excesso de gordura do meu rosto?
2º A retoma de uma pratica de exercicio fisico, sobretudo aerobio, poderia eliminar esta gordura facial ou é mto dificil eliminá-la desta forma?
3º Podia me esclarecer se posso utilizar um aparelho de ultra-sons de 1mhz, 3mhz ou 5mhz ou realizar exercicios faciais para remover estas bochechas "gordas" ou são práticas ineficazes?

 

Com a sua idade suponho que as suas bochechas sejam do tipo constitucional (como as do Dr. Mário Soares), e pouco poderá fazer para as alterar sem recurso a plásticas.

A retoma do exercício fará bem a toda a sua saúde!

Quando é preciso manter tonificados os músculos do  rostp podemos recorrer aos exercícios faciais ou à electro-estimulação sob efeito de DMAE por via oral.

Dom | 24.01.10

COMO O SEU DENTISTA LHE PODE SALVAR A VIDA

Dr. Luís Romariz

Há demasiada evidência de que o estado dos dentes e gengivas tem um profundo impacto na nossa saude. As doenças das gengivas, por exemplo, estão ligadas a um aumento do risco de doença cardíaca, AVC e parto prematuro. Eis algumas razões para marcar uma consulta com o seu dentista:

Doença Cardíaca. Soa mal, mas dentes estragados, gengivas que sangram e má higiene oral podem causar doença cardiovascular. Vários estudos confirmam esta associação entre doenças das gengivas e aterosclerose, uma alteração das artérias capaz de levar a ataque cardíaco. A questão é que estas gengivites providenciam uma porta de entrada para o sangue de cerca de 700 tipos diferentes de bactérias que habitam a nossa boca. Microbiologistas da Universidade de Bristol descobriram que quando as bactérias entram na corrente sanguínea, elas aderem às plaquetas, causando a sua agregação e a consequente formação de trombos. Isto pode levar a obstruções parciais do fluxo sanguíneo, aumentando o risco de doença cardíaca e de enfarte agudo do miocárdio. E não adianta ter todos os biomarcadores de risco de doença normais, se tivermos doença das gengivas.

AVC. Escove bem os seus dentes e use fio dental regularmente para proteger o seu cérebro. Má higiene oral e sangramento, a par de gengivas infectadas aumentam o seu risco de “trombose cerebral” da mesma forma que o fazem para o coração. Em ambos os casos há que ter em conta a inflamação crónica de baixo nível que produz mediadores inflamatórios conducentes a estas e outras patologias. O mesmo é válido para a doença de Alzheimer.

OBESIDADE e DIABETES. As bactérias da boca podem ter um papel importante na génese da obesidade. Um estudo publicado no Journal of Dental Research mostra que uma determinada espécie de bactéria - selenomona noxia – estava presente em níveis supranormais nas obesas. Há uma fortíssima associação entre doença gengival e diabetes.

A pesquisa indica que a inflamação e o sangramento das gengivas estão ligados a graves doenças. Como é uma doença assintomática só se dá por ela quando há cavidades e retracção gengival, bem como perda de dentes. Lave os dentes após as refeições e marque consulta bianual. A prevenção da placa é vital pois as bactérias prosperam nela. E não exagere na escovagem pois também pode provocar inflamação crónica de baixo grau.

Qui | 21.01.10

O VALOR DOS SENIORES

Dr. Luís Romariz

Feliz ano novo e parabéns! Viverá mais em média, do que quaisquer seres humanos viveram até à data. Isto deve-se à combinação de dieta, exercício físico, avanços médicos e à sociedade tecnológica que o manterá vivo e com saúde até aos 80 anos, no mínimo.

Mas após vários anos de luta para dar às pessoas este beneficio de mais anos, alguns peritos na área do envelhecimento questionam sob o ponto de vista da sociedade, qual é o propósito do envelhecimento e da reforma. Mais, os estudos sociológicos caracterizam o envelhecimento como uma época de declínio, isolamento e desinteresse. Passamos o tempo a arranjar mais e melhores anos para as pessoas, mas ainda não questionamos para quê!

Eu acho que as pessoas aposentadas devem divertir-se o mais que puderem e colaborar nas tarefas familiares de forma a sentirem-se vivas e úteis. Caso contrário assiste à morte pouco tempo após a reforma. Actualmente, a maioria dos trabalhos não implica gasto físico mas sim actividade pensante, e no entanto as pessoas continuam a catalogar os 65 anos como velhos.

A mais valia acumulada de sabedoria, sensatez, e experiência não pode ser atirada para o lixo. É um crime de lesa sociedade. Os seniores devem ser desafiados para fazer exercício, cuidar das tarefas familiares sempre que possível e lhes dê prazer, e sobretudo devem ser desafiados a sair de casa e a divertir-se. Esta idade deve ser encarada como uma oportunidade para aprendizagens de coisas interessantes para as quais não houve tempo na vida activa.

Parar é morrer, no sentido literal!

 

Qua | 20.01.10

Cara leitora

Dr. Luís Romariz

 Boa tarde,
> Estou a pensar em frequentar a modalidade de hydrobyke pela primeira vez.
> Devido ao facto do meu ginásio habitual não ter esta modalidade decidi 
> inquirir o próprio Presidente no sentido de saber o porquê de não 
> investirem nesta modalidade.A resposta que obtive está transcrita abaixo e 
> deixou-me um pouco assustada.
> Gostaria de saber qual o fundo de verdade nisto tudo.
> Com os melhores cumprimentos e a continuação de um bom ano.
> Eunice Esteves


>> Ex.ma Sra.
>> O ginásio...antes de colocar qualquer nova modalidade faz investigação
>> cientifica sobre a mesma. A hidrobyke é um produto terrivelmente perigoso e
>> com ilustrações negativas, ou seja com mortes por sincope. Devo dizer que a
>> byke na água adultera a frequência cardíaca por baixamento da temperatura
>> corporal, o que engana os padrões limiares de esforço...

 

Completamente de acordo.

Mais, não aconselho o cycling nem ao meu mais fervoroso inimigo. Todo o exercício extraordinariamente intenso é contra natura e leva à produção massiva de radicais livres e cortisol - precisamente o que procuramos evitar.

O exercício físico deve ser objecto de prescrição médica!

Qua | 20.01.10

Cara leitora

Dr. Luís Romariz

Li materia sobre pele no site e gostaria de saber se os pordutos

da Roc são bons.Tenho 56 anos, diabetica ha quase 40anos, sempre
me cuidei mas.... gostaria de um tratamento completo para pele en-
velhecida e com rugas.Obrigada  Liegi

 

Deverá antes do mais fazer um tratamento "por dentro" com 300 mg de ácido lipoioco, 100 de Q10 e glucosamina.

Nós estamos a lançar uma linha biológica antiaging, nas não sei se é possível enviar para o Brasil.

Pág. 1/3