Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Qua | 23.09.09

RAZÕES PARA COMER MAIS GORDURA SATURADA

Dr. Luís Romariz

Os doutores Eades revelam no seu livro The 6-Week Cure for the Middle-Aged Middle aquilo que outros pesquisadores, nomeadamente a Dr.ª Mary Enig, já tinham chamado a atenção. Na realidade, nos últimos 3 anos tenho chamado à atenção para a falácia das gorduras saturadas e para a pretensa elevação do colesterol. Os cientistas notaram que independentemente do que dizem os detractores da gordura animal estas gorduras não causam aumento do risco de doença cardiovascular nem aumento do colesterol aterogénico. De facto, os humanos necessitam delas por diversas razoes:

 

  • Melhoria dos factores de risco cardiovascular. A gordura saturada tem um papel primordial na saúde cardiovascular. A adição destas gorduras à dieta alimentar reduz a lipoproteína – Lpa – fortemente correlacionada com risco de doença cardíaca. Quando as mulheres ingerem a maior percentagem de gordura alimentar sob a forma de gordura animal perdem mais peso.

  • Ossos mais fortes. Para que o cálcio seja devidamente incorporado no osso é necessária a presença de gordura saturada. Segundo a Dr.ª Mary Enig para obter este desiderato seria necessário ingerir 50% do total das gorduras sob a forma de gordura saturada.
  • Melhor saúde hepática. A gordura saturada tem demonstrado ser capaz de proteger as células do fígado de substâncias como o álcool e os medicamentos, incluindo o acetaminofeno e outros comummente usados para dores e artroses.
  • Saúde pulmonar. Para uma boa função respiratória os espaços pulmonares – os alvéolos – devem ser preenchidos com uma fina camada de surfactante. A composição lipídica desta surfactante é 100% saturada. A substituição desta gordura por outra não saturada causa dificuldade respiratória.
  • Saúde cerebral. O nosso cérebro é formado maioritariamente por gordura. A parte do leão desta gordura vai para a gordura saturada. Uma alimentação que roube a gordura saturada compromete a função cerebral por deficit de matéria-prima.
  • Transmissão adequada dos impulsos nervosos. Certas gorduras saturadas nomeadamente as contidas na manteiga, na banha, e no óleo de coco funcionam directamente como mensageiros químicos que influenciam o metabolismo, tal como a adequada libertação de insulina.
  • Sistema imune. As gorduras saturadas da manteiga e do óleo de coco (ácido mirístico e laúrico respectivamente) têm propriedades contra os microrganismos patogénicos.

 

Será que os detractores da gordura animal fazem uma perninha na indústria de gorduras vegetais? De facto custa a acreditar em tanta ignorância! Senão vejamos: a gordura animal NÃO é saturada. Até no caso da banha, a maior parte desta gordura é composta por ácidos gordos mono e poli insaturados. O homem sempre comeu gordura animal e nela baseou a sua evolução. Ou será que os tais senhores acham que o “homem das cavernas” comia margarina, óleo de girassol ou de soja e punha de lado a parte gorda da carne que caçava?

Será que ainda não entenderam que foi após o aparecimento das margarinas e dos óleos vegetais refinados – para além do açúcar – que passamos a morrer como moscas de doenças tais como o enfarte, a trombose cerebral e o cancro, fruto da inflamação silenciosa? Como dizem os jovens “QUEREM QUE LHES FAÇA UM DESENHO?” 

Ter | 22.09.09

O SEGREDO PARA UMA PELE RADIOSA

Dr. Luís Romariz

Se ambiciona frequentemente a pele deslumbrante dos modelos das revistas, primeiro pense em LIMPEZA, e depois pense em VERDE.

Limpeza: as companhias que produzem produtos de cuidados cutâneos gostariam de fazer passar a mensagem que uma tez belíssima pode ser comprada dentro de uma embalagem de creme. Mas uma pele verdadeiramente radiante, hidratada e sem manchas é o resultado de estar limpa, não só a profundidade da pele, mas verdadeiramente desintoxicada desde o interior do corpo. Crie um sangue puro que abasteça de nutrientes saudáveis cada uma dos triliões de células do nosso corpo e tenha a certeza de que foi meio caminho andado para ter uma pele radiosa.

Actualmente, é difícil manter as toxinas afastadas do nosso sangue e órgãos porque vivemos num mundo poluído cheio de químicos e medicamentos, e ingerimos preferencialmente alimentos refinados e industrialmente processados. Se o seu objectivo for ter uma pele imaculada, terá d fazer um esforço consciente para se ver livre destes tóxicos e ao mesmo tempo ingerir os nutrientes verdadeiramente saudáveis. A boa notícia é que o seu corpo está constantemente em modo de desintoxicação e foi dotado com a capacidade de eliminar as toxinas desde que lhe forneça os nutrientes e a energia necessários para o fazer.

Os seis órgãos responsáveis por uma pele radiosa incluem:

  • Fígado
  • Rins
  • Supra-renais
  • Tiróide
  • Intestinos

O fígado e os rins filtram o sangue promovendo uma limpeza constante. Actualmente estão sobrecarregados. Procure o melhor ambiente possível, livre de tóxicos – cuidado especial com os produtos de limpeza doméstica – e consuma medicamentos só em caso estritamente necessário.

As principais toxinas são os medicamentos, os químicos, os metais pesados como o mercúrio e o chumbo, os óleos refinados, as margarinas e o açúcar.

Pense verde: Os alimentos verdes são desintoxicantes naturais. Incluem a Clorela uma alga que é extraordinariamente importante para o fígado. Os vegetais verde-escuro incluem os espinafres, os agriões, os brócolos, etc. Consuma-os ao vapor, crus ou em sumos.Outros alimentos de origem vegetal e que contribuem para a saúde são o óleo de coco, vegetais e outros alimentos marinhos.

Pense limpo e verde e tenha uma pele maravilhosa. Também encontrará uma nova energia. 

Seg | 21.09.09

REJUVENESCIMENTO MUSCULAR NO SÉNIOR

Dr. Luís Romariz

Novos estudos mostram que nos seniores o treino de resistência de cerca de 20 minutos, três vezes por semana pode ser o melhor meio de prevenção da sarcopenia (perda muscular inexplicável).   Isto é particularmente importante pois os músculos são os reservatórios de proteína e as nossas defesas (imunoglobulinas) são feitas de proteína.

A insulina transporta as calorias aos músculos para que eles se possam reparar e crescer. Isto significa que a insulina tem um saudável efeito anabólico ao nível muscular. Contudo, muitos idosos estão num estado de declínio muscular reflectido por excesso de degradação muscular. Os cientistas descobriram que a diferença entre os músculos dos jovens e os dos seniores se devia ao facto da insulina não ter tanto efeito nos mais velhos, um problema corrigido pelo exercício de pesos que anula a insulino-resistência de forma a que o musculo possa rejuvenescer. Também descobriram que a circulação nos músculos das pernas podia ser aumentada por este tipo de exercício.
Claro que o problema da sarcopenia no idoso é devido mais à diminuição da síntese muscular (anabolismo) do que à sua degradação (catabolismo). É pois importantíssimo o aporte proteico para corrigir esta situação e ter um bom reservatório proteico em caso de infecção. Isto pode ser obtido pela sinergia entre o exercício e a ingestão de proteína de soro de leite ou de clara de ovo.
Seg | 21.09.09

A VITAMINA C REPARA AS LESÕES DA PELE

Dr. Luís Romariz

As propriedades antioxidantes da vitamina C são bem conhecidas, razão pela qual é fraudulentamente atacada por pesquisadores cuja agenda é o descrédito da medicina natural. Novas ferramentas científicas estão a provar o inestimável valor da nutrição na saúde. É o caso dos nutrientes com vários tipos de actuação em adição às suas funções básicas reconhecidas. O facto da vitamina C ser capaz de reparar a lesão do AND das células da pele não é um achado trivial. Já sabíamos que esta vitamina era necessária para a formação do colagénio e agora descobrimos um novo mecanismo que aumenta a reparação das lesões. Este novo estudo mostra que as células da pele, os fibroblastos, são estimuladas a proliferar pela acção da vitamina C, ajudando-os a multiplicar e a mover-se para a camada superficial onde executam a sua tarefa de renovação. Adicionalmente, a vitamina C demonstrou ser capaz de reparar o AND dos fibroblastos danificados, “ressuscitando-os”.

Uma vez que a radiação ionizante do sol pode induzir lesão no AND dos fibroblastos, esta descoberta tem a maior relevância para as pessoas preocupadas com a saúde da sua pele. Isto significa que é necessário um bom aporte de vitamina C não só para incrementar o sistema imune, mas também para obter um efeito antiaging na pele. Assim, para além de uma ingestão de citrinos e legumes devemos usar formas estáveis e bem absorvíveis de vitamina C cutânea.
Dom | 20.09.09

O NOSSO CORPO É BRILHANTE, LITERALMENTE

Dr. Luís Romariz

O corpo humano brilha, literalmente, emitindo uma ténue mas visível luz que tem altos e baixos consoante a hora do dia. Pesquisa anterior demonstrou esta emissão de luz visível, 1.000 vezes menos intensa do que os níveis visíveis a olho nu. De facto, virtualmente todas as criaturas vivas emitem uma luz muito ténue. Para aprender mais sobre este fenómeno, cientistas japoneses utilizaram câmaras extraordinariamente sensíveis capazes de detectar fotões isolados. Os fotões, para quem não sabe, são as partículas de que é feita a luz. Cinco voluntários masculinos com cerca de 20 anos de idade foram colocados em frente das câmaras numa escuridão completa durante 20 minutos a cada três horas.

Os cientistas notaram que a emissão desta luz tinha altos e baixos Segundo as horas do dia, com o seu ponto mais baixo cerca das 10 horas da manha e o seu pico às 4 horas da tarde, decaindo gradualmente após essa hora. Estes factos sugerem uma emissão luminosa ligada aos ritmos circadianos, provavelmente ligada à maneira como os ritmos metabólicos flutuam ao longo de um dia. O rosto tem mais brilho do que o resto do corpo, uma vez que está mais exposto à radiação solar.

Longe vão os dias em que palavras como “energia vital” ou “aura” eram sinónimo de charlatanismo. Hoje em dia cientistas “open-minded” investigam as energias que geramos e que poderão ter um profundo impacto na nossa saúde. Seguramente que há mais para além do alcance da medicina convencional, mas é preciso prová-lo! 

Sab | 19.09.09

A MONOLAURINA MATA GERMENS ALIMENTARES E VÍRUS

Dr. Luís Romariz

Dois novos estudos suportam décadas de investigação mostrando que a monolaurina é um nutriente positive para o sistema imune. Um mostra que a monolaurina tem uma potente capacidade para destruir microrganismos nocivos frequentemente encontrados nos alimentos e capazes de criar intoxicação alimentar. O outro demonstra que a monolaurina tem propriedades únicas e benéficas na luta contra a replicação viral.  

Os cientistas demonstraram que a monolaurina podia inibir a Escherichia coli, o Staphylococcus aureus, e o Bacillus subtilis.  Os cientistas combinaram a acção da monolaurina com outros conservantes alimentares naturais e encontraram uma forte reacção sinérgica na destruição destes invasores. Os investigadores acharam que se abre uma promessa no tratamento contra o HIV-1 ao bloquear a transmissão nas mucosas.

Embora os vírus da gripe não fossem contemplados neste estudo, o mecanismo de acção envolvido sugere a sua utilidade na prevenção da inflamação excessiva relacionada com o ataque gripal.

A monolaurina é um ácido gordo (óleo) derivado do óleo de coco e que apresenta forte actividade antimicrobiana. Em resumo, a monolaurina é um ácido gordo nutricional não tóxico para os humanos e é um nutriente amigável para a saúde das células humanas. Em contraste ele pode ser destrutivo para muitas bactérias e vírus. Também ajuda a manter os microrganismos normais dos nossos intestinos, tais como o H. Pylori e a Candida albicans, num equilíbrio saudável. 

Sex | 18.09.09

DICA PARA AJUDAR A CONTROLAR O APETITE

Dr. Luís Romariz

Poderá arranjar um pouco mais de força de vontade contra o hábito de petiscar se cheirar hortelã-pimenta. Demonstrou-se num estudo, que inalar o aroma de hortelã-pimenta a cada 2 horas ajudava as pessoas a comer menos – e a comer melhor.
Ao fim de 2 semanas de estudo, as pessoas que tinham cheirado esta erva aromática durante o dia tinham consumido menos calorias e comido menos gordura, menos gordura saturada, e menos açúcar do que os que não a tinham cheirado.

Um peso saudável e uma cintura esbelta mantêm a tensão arterial normal e diminuem o risco de várias doenças – diabetes, cardiovascular, e certos tipos de cancro. E embora haja muitos conselhos para ajudar a comer menos, uma dieta com calorias controladas e exercício regular ainda são os pilares do controlo do peso. 

Qui | 17.09.09

FALÁCIAS DA INDÚSTRIA ALIMENTAR

Dr. Luís Romariz

Percorra um supermercado e ficará com a  sensação de estar a ser bombardeada: um conjunto, muito bem exposto,  de pacotes de supostos alimentos, cada qual planeado para a fazer entrar num coma nutricional mesmo antes de ingerir qualquer caloria. Em cada caixa existe uma multiplicidade de alegações nutricionais, que gritam, "Comprem-me! "Comprem-me"! 

Qual a questão acerca destas pretensões? Elas não são o que parecem ser. São um truque publicitário, pura e simplesmente. Por exemplo, poderá reparar num rótulo de uma embalagem de bolinhos ou bolachas “sem gordura”! Mas o que não vê (pelo menos sem examinar atentamente as letras pequenas) é o facto de que essas bolachas estão cheias de açúcar e de aditivos.

No "Coma isto, não coma aquilo! Do guia de sobrevivência dos supermercados"  revelamos os truques e as mensagens subliminares que a fazem pensar que está a comprar o melhor dos alimentos para a sua saúde mas está é a gastar o seu dinheiro em alimentos “lixo”. Aprenda a descodificar os rótulos, e da próxima vez que for a um supermercado estará à altura de separar o trigo do joio.

Num rótulo de uma caixa em que seja bem legível “baixo em gorduras” poderá estar algo como: "Menos 33%de gordura do que originalmente." O que não lerá facilmente é que esta versão poderá ter muito mais hidratos de carbono. Para aromatizar e dar sabor, substituem a gordura que tiram por farinha refinada e açúcar.

 

 

 

Coma isto: Compre crackers de cereais integrais pelo menos com … gramas de fibra por dose. Soa bem, mas não precisa das crackers para nada!

 

 

Muitos cereais de pequeno-almoço têm o selo de associações de saúde e no entanto não passam de injecções de açúcar. Se verificar bem os rótulos estes alimentos apenas cumprem os critérios mínimos no que concerne ao cholesterol e às gorduras saturadas. Por outras palavras, podem conter meio quilo de açúcar e ainda assim clamarem por ser saudáveis. Como é que essas organizações deixam utilizar o seu nome? Pensem o que quiserem…!

Escolham cereais como ALL-Bran ou flocos de aveia integrais não açucarados podendo acrescentar um pouco de canela ou um fio de mel.

'Boas fontes de' é uma pretensão questionável. Não se deixe enganar por rótulos tipo "boas" fontes de vitaminas e minerais: Uma dose tem de conter um mínimo de 10% do valor diário recomendado para ser considerada “boa fonte.”

Para obter os nutrientes que precisa invista em vitaminas e minerais contidos nos vegetais e nos frutos, bem como nos lacticínios e na carne ou peixe.
Os benefícios para a saúde são normalmente exagerados. Se beber chá verde engarrafado, provavelmente pensará que se está a encher de antioxidantes. Mas algumas marcas podem não conter os antioxidantes que os fabricantes anunciam. Laboratórios analisaram as catequinas de 14 diferentes chás, nos EUA, notando que o conteúdo em catequinas variava imenso segundo as marcas – entre 215 e 28 mg. Façam o vosso chá em casa e levem-no para fora.

Muitos dos produtos “saudáveis” porque foi removida a gordura, perdem a sua suculência. Para evitar que muitas carnes pareçam sola de sapatos, os fabricantes inundam-nas com água salgada e nutrientes que aumentam o sabor. Esta prática aumenta o teor em sal. Consuma peru e outras carnes magras. 

Qua | 16.09.09

ANTIOXIDANTES E EXERCÍCIO

Dr. Luís Romariz

 

Nós, bem como os outros animais, estamos expostos a muitas substâncias nocivas tais como fumo, poluentes ambientais, químicos, radiação, medicamentos, e até o oxigénio que respiramos produz fragmentos atómicos altamente reactivos chamados radicais livres. Estes compostos têm o potencial para danificar as nossas células incluindo o ADN— o reservatório da informação genética contido nas nossas células e responsável pela criação de novas células saudáveis. Actualmente os cientistas acreditam que este dano celular é responsável por doenças crónicas como o cancro, diabetes, doença cardíaca, Alzheimer e o envelhecimento. Felizmente, os nossos corpos que destroem muitos desses radicais — mas não todos!

Cada vez mais autoridades científicas acreditam que é importante ajudar os nossos corpos a livrar-se desses radicais que escapam ao controlo pelas nossas defesas. Suplementando os nossos corpos com substâncias antioxidantes naturais tais como as vitaminas A, C, E, e selénio podemos alcançar esse objectivo. Estes antioxidantes podem bloquear a própria formação dos radicais livres ou desactiva-los mal se formem, antes de nos poderem fazer mal.

Se tivermos uma alimentação rica em frutos e vegetais devemos obter a maior parte dos antioxidantes. Há, no entanto, muitas e respeitadas autoridades científicas que acreditam que necessitamos de suplementar a nossa alimentação com quantidades extra destes antioxidantes de forma a minimizar o dano celular permitindo que operem nas melhores condições.

Há um estudo interessante, acerca da ingestão de mirtilos (fruto parecido com as amoras), publicado pelo Departamento de Agricultura Norte-americano e pelo National Institute on Aging. Houve uma melhoria no equilíbrio, memória e coordenação. Pensa-se que se deve ao pigmento azul que dá a cor aos mirtilos e que actua como um poderoso antioxidante, cinco vezes mais potente do que peras, cenouras ou brócolos.

Finalmente, o exercício parece influenciar positivamente o nosso poder antioxidante!

Qua | 16.09.09

MÚSCULOS DORIDOS

Dr. Luís Romariz

 

Muitas são as causas para músculos doridos, fadiga e susceptibilidade à infecção. Há uma causa muito comum, e que é frequentemente menosprezada, especialmente em quem treina muito — inadequada suplementação antioxidante para neutralizar os radicais livres.

 
Radicais livres são fragmentos atómicos derivados do oxigénio e altamente reactivos os quais são produzidos quando somos expostos a substâncias tóxicas como o álcool, raios ultravioletas solares, radiação, medicamentos, fumo e poluentes. À medida que nos exercitamos e consumimos mais oxigénio, podemos também gerar um número excessivo de radicais livres. Estas moléculas podem causar dano celular o qual pode levar a dificuldades musculares, e literalmente a dezenas de doenças gravíssimas as quais destaco o cancro e a doença cardíaca.

 
A maneira como o corpo neutraliza estes radicais livres é à custa de substâncias antioxidantes (vitaminas E e C, selénio, beta-caroteno e outros carotenóides).  A melhor maneira de obter estes antioxidantes é consumindo muitos frutos e vegetais. Para quem não consegue comer desta forma, o recurso está em fazer suplementação.

 
Os cientistas só agora começam a compreender a importância dos antioxidantes e como eles actuam. Muitas autoridades recuaram na recomendação de vitamina A desde que um estudo publicado em 1996 sugeriu que havia um risco acrescido de contrair cancro de pulmão, nos fumadores que tomavam suplementos de vitamina A.


Uma óptima solução é comer muitos frutos e vegetais diariamente. Não sendo possível ou se houver uma actividade física de treino intenso, a suplementação está então indicada. Para tal é recomendável
1 grama diário de vitamina C, 400 UI de vitamina E e muitos frutos e vegetais amarelos, vermelhos ou verde-escuros.

 
O selénio é a “estrela da companhia”. A evidência aponta para o facto de este elemento ser um potente antioxidante, mas ainda é cedo para indicar quantidades para os suplementos. A ingestão de animais marinhos, carne magra, cereais integrais e caju, proporciona boas fontes de selénio. Se houver lugar a suplementação não se deve exceder os 200 mcg por dia (preferencialmente numa forma orgânica).

 
Uma das características da suplementação antioxidante é que as doses recomendadas mudam constantemente, pelo que devemos estar permanentemente actualizados.

Uma especial chamada de atenção para as cãibras durante o sono matinal – entre as 06:00 e as 08:00 – podem significar deficiência em potássio e isso é grave para o coração!