Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Sex | 27.03.09

O SAL E OS MILAGRES

Dr. Luís Romariz

Cientistas da Universidade da Califórniarom the University of California, São Francisco efectuaram um estudo para determiner o impacto que a redução na ingestão de sal poderá tern a redução das doenças cardiovasculares e nas mortes daí resultantes. Usando uma simulação assistida por computador chamada Coronary Heart Disease Policy Model, os cientistas descobriram que a redução de um simples grama de sal na nossa alimentação podia salvar 800 000 mortes entre os anos de 2010 e 2019. Se em vez de 1 grama se poupassem 6 gramas de sal diariamente, então o impacto seria mais dramático: seriam poupadas 1.4 milhões de casos de doença cardiovascular – e consequentemente menos 1.1 milhões de mortes. Apesar dos riscos do consumo de sal serem sobejamente conhecidos, os ocidentais ingerem muito sal, quanto mais não seja nos alimentos processados. Isto representa um acréscimo de 50% na ingestão de sal desde os anos 70. E se repararmos a hipertensão arterial subiu de forma análoga.

Ora o sal, meus amigos, foi sempre um bem escasso, muito apreciado pelo facto de permitir uma vida saudável. E de tal forma assim é que o termo salário deriva do facto de parte do pagamento do vencimento dos soldados Romanos ser efectuado em sal. O organismo humano evoluiu milhões de anos a poupar sal, criando todos os mecanismos possíveis para fazer face à pobreza neste elemento e de repente afogamos o nosso corpo em quilogramas de sal. Claro que invertemos a situação e sobrecarregamos o organismo provocando a prazo hipertensão arterial e doença cardiovascular. E afinal, segundo os cientistas a poupança de apenas 6 gramas poderia funcionar como um autêntico milagre para nós. Neste caso poderemos fazer de Deuses e fazer esse milagre! 

Sex | 27.03.09

LONGEVIDADE SAUDÁVEL

Dr. Luís Romariz

 O Instituto Nacional do Envelhecimento, prestigiada instituição Americana que faz parte do Instituto Nacional de Saúde, está a efectuar um estudo pioneiro no género, para descobrir quais os factores, incluindo genéticos e ambientais, e que contribuem para manter as famílias mais idosas relativamente saudáveis e descobrir se famílias com membros longevos partilham características comuns ou hábitos que justifiquem essa longevidade. Enquanto a pesquisa prévia sobre centenários e outros idosos sugere que a longevidade tem um traço familiar, os cientistas estão a investigar factores não genéticos, incluindo a actividade física e os laços sociais.

Sendo certo que a restrição calórica e as substâncias activadoras das sirtuinas são capazes de ligar” o interruptor da longevidade, muitos outros possíveis mecanismos e substancias estão por descobrir e a médio prazo este estudo poderá trazer alguma luz sobre o assunto.

Enquanto esperamos por essas respostas, façamos a prevenção das doenças com maior mortalidade, uma antioxidação eficaz, exercício físico sustentado e uma alimentação hormonalmente correcta, e já poderemos aspirar a viver mais e melhores anos!

Sex | 27.03.09

PELE COM MANCHAS

Dr. Luís Romariz

Uma pigmentação desigual pode aparecer na face ou no corpo, e é um problema comum que afecta muita gente, independentemente da cor da pele. A distribuição errática do pigmento pode ser bastante aborrecida, especialmente se for bem visível no rosto. Algumas vezes, estas diferenças na pigmentação podem manifestar-se desde o nascimento, mas na maioria dos casos, são causadas pelo foto-envelhecimento provocado pelo sol. Períodos prolongados de secura e irritação cutâneas também podem despoletar variações na tonalidade e na forma da pele. Ao envelhecermos, a nossa pele reflectirá os cuidados que com ela tivemos, ou não, pelo que devemos usar regularmente quantidades adequadas de filtro solar biológico, cremes antiaging e hidratantes – quanto mais cedo começarmos melhor! E ter uma alimentação saudável rica em vitaminas e minerais também ajuda a à auto-reparação da pele. Os cremes hidratantes/antiaging com pigmento biológico ajudam a disfarçar as irregularidades da tonalidade. Mas por favor não esperem que os cremes antiaging dêem resultados em 3 semanas, ou 3 meses. ISSO SÓ EXISTE NA CABEÇA DOS PUBLICITÁRIOS!

Sex | 27.03.09

ACNE MÍNIMA

Dr. Luís Romariz

Acne mínima é caracterizada por alguns pontos pretos, alguns pontos brancos e borbulhas ocasionais. Este tipo de acne pode ser tratado com cosméticos comprados na sua farmácia. Opte por produtos de limpeza facial que contenham ácido salicílico, ácido glicólico, agentes antibacterianos, ou cremes, geles ou loções que tenham benzoil peróxido o qual ajuda a desbloquear os poros entupidos e a reduzir os pontos negros. Quando usar produtos anti-acne aplique-os a toda a área da pele afectada, e não apenas ás lesões visíveis. Este método de aplicação também tratará as borbulhas que ainda não estão visíveis. É importante usar estas medicações de forma regular e segundo as instruções da embalagem. A maioria das vezes os tratamentos para a acne falham porque como as pessoas não vêm resultados no imediato desistem ou não são consistentes nos tratamentos. São normalmente precisas 6 a 8 semanas para obter melhorias visíveis. A sua paciência será recompensada! 

Qui | 26.03.09

FARINHA BRANCA

Dr. Luís Romariz

Quase toda a gente sabe que a farinha branca não é saudável, mas a maioria desconhece que quando é refinada a situação piora imenso.

É geralmente aceite que a refinação dos alimentos destrói os nutrientes. Removendo a parte mais nutritiva dos grãos. A farinha torna-se essencialmente açúcar. Repare no que se perde:
  • Metade sod ácidos gordos benéficos
  • Cinquenta por cento do cálcio
  • Setenta por cento do fosforo
  • Oitenta por cento do ferro
  • Noventa por cento do magnésio
  • Cinquenta a oitenta por cento das vitaminas do complexo B
E há muitos outros que são destruídos – simplesmente demasiados.
Qui | 26.03.09

PREBIÓTICOS, PROBIÓTICOS ENZIMAS E PUBLICITÁRIOS

Dr. Luís Romariz

PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS
Muitos dos leitores poderão não fazer a mínima ideia do que são probióticos e prebióticos, pois há muita confusão propositada acerca deste assunto. Em grego significa provida (assim provavelmente compreenderão o que significa antibiótico).
Quando ingeridos, estes micro organismos deverão promover o equilíbrio da flora intestinal, e portanto a saúde do aparelho digestivo.
Historicamente, nós usamos alimentos fermentados como o iogurte, kefir, e os pickes para melhorar a nossa saúde intestinal.
Já no tempo dos Romanos, se consumia sauerkrautcomo alimento bom para os intestinos.
Nas antigas sociedades Indianas, era vulgar consumir um tipo de iogurte antes das refeições, para melhorar a digestão.
Os Búlgaros estão conotados com uma grande longevidade e com u elevado consume de iogurte e kefir.
Assim, parece que muitas culturas usaram técnicas diferentes, mas com a mesma finalidade, para melhorar a saúde intestinal.

Os prebióticos são tipos de hidratos da carnono que proporcionam o desenvolvimento dos microrganismos benéficos para o nosso intestino.
Actualmente, os alimentos processados conseguem alterar o equilíbrio da flora intestinal, pois a maioria são pasteurizados ― destruindo assim as bactérias úteis à promoção da saúde intestinal.
Tomar um bom probiótico e seguir uma dieta equilibrada proporciona uma óptima saúde intestinal, não se ficando só por este benefício, antes pelo contrário, promovendo uma boa saúde global.
Sabia que:

  • Cerca de 80% do sistema imune está localizado nos intestinos.
  • 500 Espécies de bactérias vivem no nosso intestino, perfazendo cerca de 100 triliões de microrganismos.
  • O peso destas bactérias é aproximadamente de 1.5 kg.
  • Algumas são referidas como “boas” e outras como “más”. O equilíbrio ideal será de 85% “boas” e 15% “más”. Esta relação é um factor crítico para uma boa saúde.
Antes do nascimento, o intestino está estéril, iniciando-se a sua colonização por microrganismos após o nascimento.
As primeiras bactérias a aparecer são as do leite materno, aumentando a e favorecendo a saúde. Como as bactérias úteis estão progressivamente ausentes dos nossos alimentos, cada vez é mais importante a ingestão de próbioticos
Mas ser lactobacilus ou bífidos não chega. È preciso que estejam vivos, na quantidade suficiente, que passem a acidez do estômago e que por fim consigam colonizar o intestino. Ora aí é que reside o fracasso. Se não em todos, pelo menos na maioria dos próbioticos, iogurtes e afins, estes preceitos não se verificam. Tempo e dinheiro perdidos. Perdidos para o consumidor…Eis alguns dos benefícios:
  • “Regularidade intestinal saudável”  
  • “Alimentar-se sem desconforto”
  • “Diminuição da distensão abdominal”
  • “Mais energia e melhor saúde”
  • “Aumento da imunidade”
  • “Manutenção de um equilíbrio saudável entre as espécies de bactérias”
  • “Fabrico de vitaminas do complexo B”
  • “Promove a absorção de minerais essenciais”
  • “Promove a remoção de toxinas”“Normaliza a resposta inflamatória”
Em Portugal está presentemente à venda nas farmácias um medicamento próbiotico eficaz e com boa relação qualidade preço ― o seu nome é BIOGAIA, deve ser tomado na dose matinal de 5 gotas.As enzimas são substâncias que promovem ou aceleram reacções químicas imprescindíveis à nossa saúde. O facto de cozinharmos os alimento destroin as enzimas. Um fio de mel é um óptimo veículo da transporte de enzimas e não tem impacto na carga glicémica, dando um toque aos alimentos -panquecas por exemplo.
Qui | 26.03.09

PERDA DE PESO E CIRURGIA

Dr. Luís Romariz

As pessoas obesas que perderam uma razoável quantidade de peso sem recorrer à cirurgia podem manter o peso tal como os seus pares que recorreram à cirurgia gástrica para perda de peso, segundo as conclusões do primeiro estudo comparativo entre as duas estratégias.  

Todavia, as pessoas que não optaram pela via da cirurgia podem ter de dar duro para manter o peso, segundo o Dr. Dale S. Bond e seus colegas da Brown University em Providence.

A cirurgia bariartrica é tida como a melhor forma de tratar os obesos com mais de 50 quilos de peso extra ou com um índice de massa muscular maior do que 40. Pessoalmente acho um disparate, e que poderá resultar apenas nos casos em que o excesso de peso se deve à ingestão de grandes quantidades de alimentos às refeições. Enquanto pesquisa recente demonstra que as intervenções comportamentais intensivas também podem ajudar, desconhece-se a sua eficácia a longo termo.  

Para efectuar o estudo, os investigadores compararam 105 pessoas que se submeteram a cirurgia com 210 indivíduos que perderam peso de forma natural. Todos perderam em média 56 quilos e mantiveram pelo menos uma perda de 13.5 quilos durante cinco anos e meio. Cerca de dois terços dos que perderam peso de forma natural tiveram ajuda especializada, enquanto os outros resolveram a crise sozinhos.  

Nos 2 anos a seguir à perda de peso ambos os grupos recuperaram uma média de 2 quilos ao ano. A maioria manteve a perda dentro de 5 quilos. 

Os que se submeteram a cirurgia comeram mais “fast-food” e foram menos activos do que os seus congéneres.

O único factor preditivo da manutenção da perda de peso foi a capacidade para controlar os impulsos.  

Poucas são as pessoas com força de vontade para efectuar uma restrição calórica e fazer exercício, pressupostos para uma eficaz e duradoura perda de peso. Esta é a razão pela qual a cirurgia bariartrica se está a tornar tão popular. 

Qua | 25.03.09

UNHAS FRÁGEIS E A MENOPAUSA

Dr. Luís Romariz

Como se os calores e a sonolência já não bastassem, a pele fica seca, o cabelo fino e agora até as unhas ficam quebradiças. Poderá parecer uma data de má sorte, mas as alterações hormonais trazidas pela menopausa afectam a aparência e é verdade, até as unhas afectam.  

Unhas quebradiças são outro dos sinais de saúde mediana. Comecemos por entender como as unhas crescem. O fino, semi-circulo branco da base da unha é conhecido por lunula. As raízes debaixo das lunulas são a fonte do seu crescimento, utilizando queratina, uma proteína que funciona como armação para o leito ungueal. Quando se está de óptima saúde, as unhas crescem muito e rapidamente; quando a saúde é medianas unhas crescem pouco e são quebradiças. Frequentemente devido à inibição da produção de queratina, há muitas causas, sendo as hormonais as principais.

Para alem de partirem facilmente, podemos notar as unhas secas, de péssima aparência, encurvadas, e opadas ou com riscas; para alem de poderem ter a cor alterada. Uma desidratação relativa pode ser uma das principais causas. Para além de outras acções, os estrogénios regulam e retêm água. Adicionalmente, unhas amareladas podem ser devidas a diabetes e as riscas serem causadas por problemas da tiróide. Stress e deficiências nutricionais são outras causas para ter unhas quebradiças. Para ter umas unhas saudáveis necessitamos de vitamina c, cálcio, proteínas, ferro, ácido fólico e gordura. Assim, se notar unhas quebradiças reveja a sua alimentação e reste as suas hormonas. Não se esqueça da tiróide, pois é frequente passar despercebido um hipotiroidismo subclínico. Umas unhas impecáveis, uma pele de fazer inveja e um cabelo sadio são bónus extra da terapêutica hormonal bioidentica.

Qua | 25.03.09

A estabilidade do tronco

Dr. Luís Romariz

Antes de mais há que adoptar uma postura correcta. A cabeça levantada e o peito para fora. Claro que a nossa tradicional mania portuguesa de que somos maus em tudo, não ajuda nada. Ainda assim vamos em frente, de cabeça levantada. Ombros para trás e ancas paralelas ao solo. Agora vem a parte mais importante: como determinar a concavidade lombar correcta? Colocando os dedos nas costas e endireitando-as percebe-se o ponto em que a musculatura lombar está relaxada, quanto mais não seja por contraponto à curvatura para a frente. Conseguiu? Óptimo, agora habitue-se a manter esta postura e parecerá outra pessoa!

Ter | 24.03.09

MEU DEUS, QUE NÁDEGAS TÃO BEM MOLDADAS!

Dr. Luís Romariz

Agora que entramos na Primavera e o tempo vai aquecer, há a tendência para usar calções e saias curtas. Muitas mulheres notam então que uma zona do seu corpo perdeu as formas na época mais fria do ano: as nádegas. É nesta altura que começam a encher os ginásios e os centros de fitness. Gente que quer algo rápido para mudar a silhueta!
Obviamente não se pode formar um “traseiro” de un dia para o outro. Podem-se alcançar resultados em mais ou menos 8 semanas. Nunca é demasiado tarde. Não olhe para o sol e não adie a “coisa” para o próximo Inverno. Claro que muitas mulheres tentam primeiro o caminho mais fácil, procurando os cremes contra a celulite e os adelgaçantes, para além das dietas miraculosas. Como se isso fosse possível!

Para conseguir uns nadegueiros de deusa Há que treinar os músculos da região glútea. Nada de pressas pois só se alcançam resultados com paciência e consistência. Deve-se começar pelo princípio, e os resultados virão com naturalidade. Claro que uma dieta equilibrada também ajuda. Ingira proteínas. Não faz sentido um programa de treino agressivo pois a seguir vêm as dores musculares e a consequente falta de vontade para continuar. Em primeiro lugar deve-se traçar um plano personalizado que desenvolva os glúteos, e ir adaptando o plano à evolução conseguida.
As pessoas com um “traseiro” demasiado volumoso devem iniciar com um treino de aeróbica e pouca musculação, já que para se obter resultados visíveis devemos queimar primeiro a gordura extra. Em 40 minutos tem o seu treino acabado. Claro que as pessoas sedentárias devem começar por 10 minutos e ir aumentando. Também é vital que a actividade física não seja demasiada pois arruinaria tudo. Devemos sempre ser capazes de falar sem sentir falta de ar.

Quem o tem flácido e descaído deve investir no treino com máquinas de musculação. A tonificação dos músculos nadegueiros pode ser alcançada rapidamente com três séries de vinte repetições, com uma pausa de um minuto entre cada série. O treino deve ser feito duas a três vezes por semana, com um dia de intervalo, no mínimo. Quando se alcançar resultados pode-se passar a um treino de alta intensidade, uma a duas vezes por semana para consolidar os resultados.

Agora não titubie mais e comece o treino!