Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dr. Luís Romariz

Aumento da longevidade e rejuvenescimento

Dom | 24.01.10

COMO O SEU DENTISTA LHE PODE SALVAR A VIDA

Dr. Luís Romariz

Há demasiada evidência de que o estado dos dentes e gengivas tem um profundo impacto na nossa saude. As doenças das gengivas, por exemplo, estão ligadas a um aumento do risco de doença cardíaca, AVC e parto prematuro. Eis algumas razões para marcar uma consulta com o seu dentista:

Doença Cardíaca. Soa mal, mas dentes estragados, gengivas que sangram e má higiene oral podem causar doença cardiovascular. Vários estudos confirmam esta associação entre doenças das gengivas e aterosclerose, uma alteração das artérias capaz de levar a ataque cardíaco. A questão é que estas gengivites providenciam uma porta de entrada para o sangue de cerca de 700 tipos diferentes de bactérias que habitam a nossa boca. Microbiologistas da Universidade de Bristol descobriram que quando as bactérias entram na corrente sanguínea, elas aderem às plaquetas, causando a sua agregação e a consequente formação de trombos. Isto pode levar a obstruções parciais do fluxo sanguíneo, aumentando o risco de doença cardíaca e de enfarte agudo do miocárdio. E não adianta ter todos os biomarcadores de risco de doença normais, se tivermos doença das gengivas.

AVC. Escove bem os seus dentes e use fio dental regularmente para proteger o seu cérebro. Má higiene oral e sangramento, a par de gengivas infectadas aumentam o seu risco de “trombose cerebral” da mesma forma que o fazem para o coração. Em ambos os casos há que ter em conta a inflamação crónica de baixo nível que produz mediadores inflamatórios conducentes a estas e outras patologias. O mesmo é válido para a doença de Alzheimer.

OBESIDADE e DIABETES. As bactérias da boca podem ter um papel importante na génese da obesidade. Um estudo publicado no Journal of Dental Research mostra que uma determinada espécie de bactéria - selenomona noxia – estava presente em níveis supranormais nas obesas. Há uma fortíssima associação entre doença gengival e diabetes.

A pesquisa indica que a inflamação e o sangramento das gengivas estão ligados a graves doenças. Como é uma doença assintomática só se dá por ela quando há cavidades e retracção gengival, bem como perda de dentes. Lave os dentes após as refeições e marque consulta bianual. A prevenção da placa é vital pois as bactérias prosperam nela. E não exagere na escovagem pois também pode provocar inflamação crónica de baixo grau.

1 comentário

Comentar post