Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

OS INCONVENIENTES DE TOMAR SUPLEMENTOS DE CÁLCIO!

A osteopenia – enfraquecimento ósseo – é um problema comum associado ao envelhecimento. Por volta dos 35 anos é frequente iniciar-se um declínio na massa óssea. No caso particular das mulheres esta perda pode ser substancialmente agravada na peri-menopausa e nos anos seguintes à menopausa. Neste período desenvolve-se a osteoporose, a menos que façamos algo para contrariar a patologia. Na realidade, e ao contrário do que muita gente pensa, a perda de massa óssea feminina inicia-se anos antes da menopausa por causa da perda de progesterona – hormona que faz formar osso – em virtude da existência frequente de ciclos anovulatórios. Quem sofre de osteoporose apresenta um risco aumentado de perda de altura, fracturas da anca, punho e vértebras, bem como dor crónica. Muita gente comete o erro de pensar que fármacos para a osteoporose aliados a uma mega dose de cálcio são a resposta para evitar a osteoporose. Mas os medicamentos da classe dos bifosfonatos tais como o Fosamax, Bonviva, ácido alendrónico, etc apresentam sérios efeitos colaterais – incluindo um aumento do risco de fracturas!

Uma boa estratégia para contrariar esta situação consiste na ingestão de uma dieta apropriada, pois a ingestão de alimentos processados produzirá condições bioquímicas e metabólicas propícias à diminuição da densidade óssea. Certos nutrientes como os ómega-3, cálcio. vitaminas D e K2, e magnésio, boro e silício, são essenciais para a formação de um osso de qualidade; o exercício físico é insubstituível, nomeadamente o exercício com pesos.

Os ossos estão constantemente a ser formados segundo um processo dinâmico que envolve a destruição de osso velho e frágil e a regeneração de osso novo e saudável. O exercício com pesos, porque coloca tensão nos músculos e pressão nos ossos, é um dos mais efectivos processos de combater a osteoporose.

Tome nota de que os ossos são compostos pelo menos por uma dúzia de minerais, dos quais o cálcio é um deles. Na falta de melhor, o uso de sal integral, não processado, é uma forma de fazer chegar estes minerais aos nossos ossos. Obviamente que de pouco servirá a ingestão de cálcio – até pode ser contraproducente – se não houver vitamina D e K2. De facto, estas proporcionam uma boa absorção e fixação deste elemento nos locais onde são precisos (ossos e não nas artérias). A dieta deve incorporar alimentos crus sempre que possível, bem como:

 

 

  • Cálcio: leite inteiro, queijo, iogurte, vegetais de folhas verdes. Caldo de carne caseiro feito com ossos.
  • Magnésio: a industrialização da agricultura exauriu a maioria dos solos neste mineral, pelo que a sua suplementação é aconselhável. Alimentos orgânicos que cresçam em solos fertilizados com minerais são os mais aconselhados. A clorofila tem um átomo de magnésio central, permitindo à planta utilisar a energia do sol. As algas e os vegetais de folha verde, bem como as sementes, são excelente fonte de magnésio. Os abacates também contêm magnésio.  
  • Vitamina K2: Os produtos de origem animal alimentados a pasto fresco (manteiga, ovos, e outros lacticínios); o paté e certos alimentos fermentados possuem uma quantidade apreciável de vitamina K2 – necessidade de cerca de 200 microgramas por dia. Esta vitamina é produzida por algumas espécies de bactérias, e alguns tipos de queijo têm elevado teor em K2.
  • Minerais raros: o sal integral contém mais de 80 elementos que fazem parte do nosso organismo.

Outros dois nutrientes com um papel importante são o sódio e o potássio – os quais devem coexistir num equilíbrio óptimo a uma boa massa óssea. Se fizer uma alimentação carregada de alimentos processados, as hipóteses de um desequilíbrio são enormes – notoriamente elevados teores em sódio. Antigamente, a ingestão de potássio era cerca de dezasseis vezes maior do que a de sódio; actualmente ingerimos mais sódio do que potássio! A exposição solar regular é insubstituível, pois faz produzir cerca de 20000 UI de vitamina D. Nenhum alimento se poderá sequer comparar.

Concluindo, embora possa parecer muito interessante comprar supleentos de cálcio associados ou não a cartilagem de tubarão, sem os restante nutrientes o cálcio pode fazer mais mal do que bem. Isto é como tudo, quem não sabe´... é como quem não vê!

publicado por Anti-Envelhecimento às 11:25
link do post | comentar

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds