Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012

GORDURA ANIMAL

Um novo estudo Holandês está a levantar grande expectativa, especialmente porque pouco antes a Dinamarca tinha imposto uma taxa sobre a gordura saturada. Este estudo mostra que a ingestão de gordura saturada – animal – está associada a um ligeiro aumento do colesterol total, mas não está associado a doença cardiovascular. O que não me espanta pois estamos preparados desde há milhões de anos para ingerir gordura animal – a qual é bom que se diga é composta maioritariamente por ácidos gordos não saturados – ao contrário dos hidratos de carbono que cada vez mais substituem as gorduras nos alimentos processados. Vou repetir o que escrevo e digo há anos: substituir as gorduras animais da nossa alimentação tradicional, como carne de vaca biológica (pasto), manteiga, etc., por hidratos de carbono como o pão, baguetes, massa, arroz e donuts, é correr para a obesidade, doença cardiovascular e diabetes. De facto, as gorduras saturadas são boas para a nossa saúde, embora muita gente possa ficar surpresa ou chocada. Há uma informação errada sobre a gordura animal que é aproveitada pela industria alimentar dos óleos e margarinas vegetais, estes sim os grandes vilões da nossa alimentação dado que os óleos polinsaturados são necessários em pequenas quantidades e na sua forma original de frutos e sementes. O seu excesso provoca desequilíbrios hormonais fatais que nos conduzem à doença, embora mais uma vez sejam os hidratos de carbono através da insulina a dar o golpe fatal. O processamento dos óleos vegetais – pressão extrema, valor, e solventes – causa a sua perda de qualidade para alimentação humana. Durante a nossa evolução ingerimos maioritariamente gordura animal, e ainda cá andamos … A gordura animal é fundamental para termos boas membranas celulares, boa imunidade, equilíbrios hormonais e saciedade. A PROVA VIVA RESIDE NA SAÚDE de tribos como os Esquimós, os Massai, e outros. A demonização da gordura saturada teve início em 1953 quando o epidemiologista americano Dr. Ancel keys elaborou o estudo Seven Countries. Neste, clamava o efeito nocivo da gordura na doença cardiovascular e na obesidade. Esqueceu-se de avaliar o outro braço do estudo – o dos hidratos de carbono. Erro fatal em estudos epidemiológicos, que por si só deveria ter inviabilizado as conclusões, mas …isso foi muito bem aproveitado pela industria alimentar dos óleos e margarinas vegetais – e como as pessoas acham que tudo o que é vegetal é bom …deu no que deu! Cada vez mais há doença cardiovascular e obesidade, apesar de cada vez menos os alimentos e a alimentação têm gordura substituída por HC. Até conseguiram convencer comunidades que ignoravam o que era um ataque cardíaco de que o óleo de coco era mau por ser saturado. Mudaram para os óleos alimentares Ocidentais … e passaram a estar na média … dos ataques cardíacos! Até o director do estudo de Framingham, sobre a saúde cardiovascular, constatou que quanta mais gordura animal comia as populações, mais colesterol total e menor doença cardíaca. Como não se encontra resposta, chamam paradoxo, Francês, Espanhol, Grego, etc. …! De todos os HC conhecidos na nossa alimentação o mais pernicioso é a frutose, a qual é quase inteiramente convertida em TG – gordura fatal. A reter:

  • Novo estudo Holandês mostra que a ingestão de gordura animal é benéfica para a nossa saúde
  • A gordura animal é boa para os humanos; o nosso corpo não funciona devidamente sem ela. Os estudos contra a ingestão de gordura estão falseados.
  • Para obviar devemos diminuir a ingestão de HC, nomeadamente a frutose, estes sim … aterogénicos.

HÁ ALGO EM QUE GOSTAVA QUE REFLECTISSEM: o melhor alimento para nós, pelo menos enquanto somos mais frágeis e vulneráveis, é o leite materno. Neste as calorias oriundas da gordura animal representam mais de 50% ... dá que pensar!

 

publicado por Anti-Envelhecimento às 17:49
link do post | comentar
1 comentário:
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2012 às 22:21
Boa noite!

Se a alimentação for isenta de alimentos processados ricos em frutose a única forma de restringir este açúcar especificamente é reduzindo a quantidade de frutos e vegetais ingeridos. Os os outros hidratos de carbono( cereais) não são ricos em frutose . São ricos em outros açúcares .
A minha questão é a seguinte:
Uma dieta isenta de alimentos processados, pobre em hidratos de carbono de alto índice glicemico(nomeadamente cereais) deve também restringir as frutas e os vegetais ricos em frutose? Se restringir-mos os cereais e aumentar-mos a ingestão de fruta e vegetais, algum mel,acabamos por trocar uns açúcares por outros acabando por ter uma dieta pobre em açúcares em geral mas mais rica em frutose(oriunda é claro dos alimentos integrais e não processados) . Isto é mau?


Comentar post

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds