Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

HORMONAS BIOIDÊNTICAS

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Domingo, 10 de Outubro de 2010

A INCONTINÊNCIA URINÁRIA É COMUM, E TRATÁVEL!

Muitas mulheres com incontinência urinária pensam que é um problema apenas delas. Mas esta patologia é muito mais comum do que se possa pensar. E quando interfere como dia-a-dia das mulheres, está na altura de procurar ajuda médica. Há tratamentos, muitos deles não cirúrgicos, segundo a opinião dos urologistas.

Até que ponto é vulgar a incontinência urinária? A incontinência, ou ligeiras perdas, afecta 1/3 das mulheres. É mais prevalente nas mulheres mais idosas, mas há muitas mulheres jovens com perdas urinárias, algumas vezes após terem dado à luz. A incontinência tem um impacto fortemente negativo na qualidade de vida das mulheres e no seu bem-estar, limitando a actividade física.

Há vários tipos de incontinência: normalmente classificamos a incontinência em incontinência de urgência (às vezes não consegue chegar ao banheiro sem perder alguma urina) e incontinência de esforço (perda com a tosse, espirro, exercício, etc.). Muitas mulheres sofrem dos dois tipos de incontinência, e cerca de 80% delas relatam outros problemas associados como prolapso uterino e prolapso rectal.

O que causa a incontinência? A gravidez e o processo de envelhecimento são factores primários. Problemas como a asma e a diabetes têm um papel preponderante, bem como o excesso de peso e o tabagismo. De facto, demonstrou-se que o emagrecimento em 5% ou 10% era o suficiente para melhorar a perda urinária.

Quando se deve procurar ajuda? Esta é uma questão pertinente. Há evidência de que 50% das mulheres com incontinência não procuram ajuda médica. As causas podem residir no embaraço, na crença de que não há nada a fazer ou no medo de procedimentos invasivos. As mulheres devem compreender que embora a incontinência seja um problema comum, não deve ser considerada como uma fatalidade do envelhecimento. Há vários tipos de tratamento médico disponíveis para quem não quer ser submetido a uma cirurgia. Se uma mulher deixou de fazer coisas que lhe davam prazer, tais como almoçar fora com as amigas, fazer jogging ou brincar com os seus filhos, não deve deixar que a sua bexiga lhe controle a vida! As decisões terapêuticas são diferentes de paciente para paciente.

Quais são os tratamentos para a incontinência urinaria? A incontinência de urgência é normalmente tratada com medicação e alterações comportamentais. As pacientes com sintomas persistentes podem receber uma injaçao de toxina botulínica (Botox) na bexiga, ou poderão usufruir de um "pacemaker" para a bexiga, ambos os quais podem ser procedimentos efectuados em regime ambulatório. As terapias iniciais para a incontinência de esforço incluem treino de fortalecimento dos músculos pélvicos, perda de peso ou a utilização de um anel de incontinência. Um procedimento ambulatório consiste na “carga uretral” a qual envolve a de material à volta da uretra de forma a criar uma melhor vedação contra a perda urinária. Finalmente, se não houver outra opção alem da cirurgia, o procedimento mais comum é a introdução de uma “funda” por baixo da uretra o que dá suporte e previne as perdas. Certos tipos de cirurgia podem ser efectuados numa base ambulatória com procedimentos minimamente invasivos.

publicado por Anti-Envelhecimento às 14:16
link do post | comentar

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds