Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Quarta-feira, 22 de Setembro de 2010

CUIDADO COM A TERAPÊUTICA DA OSTEOPOROSE

Os bifosfonatos são actualmente os medicamentos mais prescritos para a osteoporose. Eles mimetizam, até certo ponto, a acção dos estrogénios sobre os ossos onde inibem a reabsorção óssea. O osso saudável é remodelado da seguinte forma: células destrutivas chamadas osteoclastos fazem uma cratera no osso abrindo caminho a células osteo-formadoras, os osteoblastos, que produzem ossos novo preenchendo esse espaço. Ao fim de certo tempo fica renovada a totalidade do osso. Se os estrogénios limitam até certo ponto a fase de destruição óssea (reabsorção), os bifosfonatos inibem-na pelo que o osso de má qualidade não vai para a reciclagem. Pior, não havendo reabsorção não há a fase de formação de novo osso, pois estes compostos não têm a capacidade de formar osso. Desta forma o osso fica fraco e com uma arquitectura deficiente. São vários os fármacos à venda nas farmácias: ácido alendrónico, fosavance, actonel, Bonviva, etc. Quanto maior for a sua duração pior, pois um fármaco que se toma uma vez por ano traz consigo os possíveis efeitos adversos durante esse tempo, sem que na pratica possamos fazer algo contra isso. Os bifosfonatos bloqueiam a normal mineralização e reabsorção ósseas. Os estudos promovidos pela indústria farmacêutica têm-se esforçado por demonstrar a superior qualidade destes fármacos, mas a verdade vem sempre à tona e quando se fazem biopsias ósseas estas revelam um osso de má qualidade. Afinal, é vulgar as doentes tomarem estas drogas anos a fio e quando fazem uma densitometria é-lhes revelado que mantêm a osteoporose. Como é possível? Mais, quando há uma fractura óssea a sua consolidação fica comprometida pela toma destes medicamentos. Isto para não falar dos casos de fibrilhação auricular, necrose asséptica da mandíbula e de fracturas atípicas. Estas têm algumas coisas em comum:

  • A maioria doas pacientes tomou bifosfonatos 4 a 7 anos antes do evento.
  • A fractura foi frequentemente precedida por dor óssea localizada durante 1 a 2 anos (particularmente nas ancas).
  • Algumas pacientes tiveram fracturas na articulação oposta (colo do fémur) 2 a 4 anos antes.
  • As fracturas estavam associadas a impactos de baixa energia, como a marcha e muitas vezes as pacientes sentiam estalidos nos ossos antes das fracturas.

O stress ósseo típico do dia-a-dia tende a causar microfracturas nos ossos. Em condições normais estas fracturas activam os osteoclastos e posteriormente os osteoblastos para as repararem. Ao inibir os osteoclastos para-se esse processo natural, e aparecem fracturas nas doentes a tomar fármacos para supostamente as evitarem!

 

publicado por Anti-Envelhecimento às 13:26
link do post | comentar

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds