Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

PROBLEMAS COM A TIRÓIDE?

Lançamento de "O Regime A...

Arquivo

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

OS PERIGOS MORTAIS DAS TAC

Temos tentado o impossível … desde acesas discussões com alguns colegas até apresentar provas irrefutáveis que convençam os doentes de que as TAC são perigosas e que devem ficar reservadas para casos excepcionais. O facto é que os raio-X aumentam o risco de cancro. A exposição das células à radiação ionizante não é segura, e abusamos dela constantemente. Nós, médicos, pedimos exames de raio-X a toda a hora, sem nunca nos preocuparmos em perguntar aos doentes sobre a sua história de exposição às radiações. Claro que também é verdade que se não o fizermos podemos ficar expostos a processos por má prática ou negligência. Já devem ter reparado que em muitos dos relatórios de outros exames se aponta para a possível realização de uma TAC, só para se esconder o facto de não termos uma certeza absoluta sobre o exame actual. Assim, chutamos a bola para a frente e ficamos livres de futuras responsabilidades. Isto para além dos custos da realização das TAC. Não é raro os doentes exigirem uma TAC, como se isso pudesse resolver os seus males, e o medo de aborrecimentos ou o absurdo de ter de responder às queixas absurdas faz com que pactuemos com a prescrição deste exame. Comparada com os vulgares raio-X a TAC tem uma dose enorme de radiação da ordem das centenas ou milhares de vezes! Fazem-se TAC’s para colonoscopia virtual – de interesse altamente discutível – e para a avaliação das calcificações coronárias – e que depois obrigam sempre a ouros exames para conclusões acuradas. Expomos assim o ADN dos nossos corpos a radiação potencialmente mutante. Já tenho alertado para o facto das mamografias poderem induzir cancro da mama, precisamente aquilo que tentam diagnosticar … irónico! Os estudos mostram que as TAC emitem quatro vezes mais radiação do que o que se pensava, e já era perigosamente elevado. Outro estudo do National Cancer Institute mostra que as TAC contribuem para o aparecimento de 29-000 novos casos de cancro e cerca de 15.000 mortes. A National Academy of Sciences relata que mesmo pequenas doses de radiação X podem causar cancro, progredindo o risco com o aumento das doses de radiação. A TAC total emite uma dose radioactiva de cerca de 900 radiografias pulmonares. As crianças são muito mais vulneráveis à radiação X do que os adultos. Um dos efeitos mais perversos das radiações é a lesão celular das artérias com a consequente aterosclerose, o que é sabido desde 1944. Estima-se que 35% dos casos de cancro da mama sejam causados pela exposição às radiações. Não quer isto dizer que se prescinda de exames de ponta, mas podem ser substituídos pela ressonância magnética e ou pedidos com um critério muito mais apertado. O adequado exame clínico ainda é a melhor hipótese de diagnóstico pois os exmes complementares são isso mesmo … ajudas à história e exame clínicos.

 

publicado por Anti-Envelhecimento às 17:42
link do post | comentar
6 comentários:
De Marcos Antonio da Silva a 23 de Agosto de 2010 às 21:56
Bom dia, e para um adulto que se submeteu a exame de Tomografia computadorizada como eu, existe algum tratamento que devo fazer de hoje para frente visando tentar reverter os efeitos nocivos ? Aqui no Brasil todo ortopedista pede logo uma TC ou Ressonância, são muitos despreparados. Agradeço pela resposta.
De Anti-Envelhecimento a 27 de Agosto de 2010 às 14:36
Poderá fazer antioxidantes, nomeadamente a gingko e o gensing.
A RM não causa problemas.
De C.M.S. a 30 de Novembro de 2010 às 19:00
Boa tarde, estou com coração nas mãos. A minha filha com seis anos fez uma TAC á face e ao cérebro onde se dectou sinusite, uma ano antes fez um RX que não dectou nada, apesar de ela durante esse periodo se ter queixado com dores de cabeça, o que aconteçe ainda hoje, ela está com onze anos. Numa ida ao oftalmologista ele ficou bastante alarmado quando eu lhe contei o sucedido, foi bastante duro comigo e disse-me que uma TAC correspondia a 100 RX , um elevado grau de radiação para uma criança de 6 anos. Fiquei doida porque ao questionar o médico sobre a relutância em ele passar o exame (se era pelas radiações?) ele disse-me que não, que a TAC até emitia menos radiações que o RX . Depois disto ando muito preocupada, se soubesse disto não deixava fazer. Quais as consequencias a longo prazo? O que posso fazer para diminuir os efeitos nefastos? Por favor preciso de alguém que me sossegue um pouco, neste momento sinto que falhei como mãe, afinal é nosso dever protege-los e não expo-los a perigos como estes. Obrigada.
De Luís a 9 de Maio de 2011 às 09:56
Bom dia. Tenho 31 anos e em Julho de 2009 realizei uma TC Cranio e em Janeiro de 2011 uma TC Coluna Cervical.

Nestas alturas desconhecia o perigo de uma TC, julgando q fosse apenas 10x mais do que uma radiografia simples. Agora fiquei bastante assustado e um pouco pensativo sobre a forma como alguns médicos passam exames algo potencialmente nocivos sem conhecer o histórico "radioactivo" dos seus pacientes.

Pode esclarecer-me que potenciais perigos terei eu acima de alguém que não fez TAC algum durante o resto da minha vida? Se soubesse disto mais cedo questionava os médicos sobre a possibilidade de fazer uma RM ao invés de uma TAC. Se é uma questão de preço devem questionar o paciente, pois eu estou disposto a pagar 1000€ por uma RM do que 1€ por uma TAC, caso o TAC tenha perigos e a RM não. Saúde SEMPRE à frente do dinheiro.
De pharmacy a 22 de Agosto de 2011 às 17:13
O facto é que os raio-X aumentam o risco de cancro. A exposição das células à radiação ionizante não é segura
De catia costa a 17 de Julho de 2013 às 10:46
bom dia,

tenho estado a ler os comentários sobre os perigos existentes do que é fazer uma tac e estou preocupadíssima, pois faço tac desde 2008, anualmente e até ao momento já fiz seis, devido a rotinas que tenho que fazer devido a uma cólica renal que tive desde essa altura. esta exposição pode ser prejudicial para o meu futuro??? e que os médicos dizem-me constantemente para não me preocupar. Agradeço uma resposta para que possa tranquilizar...

Comentar post

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds