Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

PROBLEMAS COM A TIRÓIDE?

Lançamento de "O Regime A...

Arquivo

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

ALTERNATIVAS À "PÍLULA"

A “pílula” contraceptiva foi introduzida em 1960 e já foi tomada por biliões de mulheres. Tanto quanto me recordo ainda há muito poucos anos ela só tinha vantagens e nenhuma desvantagem segundo a corrente médica vigente. Cerca de 80% das mulheres usarão este contraceptivo em alguma altura das suas vidas segundo o American College of Cardiology.

Actualmente, a minha opinião é que isto significa uma tragédia pois os benefícios da sua conveniência são largamente excedidos pelos seus graves efeitos secundários. De facto, a utilização prolongada dos contraceptivos orais (OC) conduz invariavelmente ao aumento substancial do risco de desenvolver doenças crónicas. No entanto elas são promovidas como bombons inocentes junto da classe médica. A decisão sobre qual o método contraceptivo a adoptar está inquinada logo à partida. Na minha opinião era bem mais útil fornecer informação qualificada para que a mulher pudesse tomar uma decisão informada.

O ponto-chave a reter acerca da “pílula”, bem como dos patches ou das injecções, é que todos são potentes hormonas sintéticas não bioidênticas, cujos efeitos adversos foram documentados ao longo dos últimos 30 anos. Há outros métodos de planeamento familiar que merecem ser divulgados e ponderada a sua utilização:

  • Métodos Barreira: Impedem que o esperma chegue ao óvulo. Incluem os preservativos masculino e feminino.
  • Métodos Hormonais: Tipicamente, as “pílulas” actuam libertando estrogénios e progestinas no corpo das mulheres de forma a impedir a ovulação. Também aumentam a espessura do muco cervical dificultando a passagem dos espermatozóides.  Estão incluídos os implantes, os injectáveis, e os anéis.
  • Espermicidas: São quimicos que matam os espermetozoides. Podem ser vendidos sob a forma de espuma, geleia, filme ou supositórios.
  • Aparelhos intrauterinos (DIUs): São pequenos, em plástico, com forma de T com um fio na extremidade. Colocado no útero previne a concepção impedindo que o ovo nidifique.
  • Método natural combinado: Neste caso a mulher usa varias tecnicas para determinar quando está fértil em cada mês. No período fertile pode evitar a relação ou usar um método barreira.

Os métodos hormonais têm tanto de cómodo como de risco para a saúde:

  • Aumento do risco de cancro da mama e cervical/uterino
  • Aumento de coágulos sanguíneos e de aterosclerose
  • Osteoporose e hipertensão arterial
  • Cãibras, distensão abdominal, náuseas e retenção de líquidos
  • Dores de cabeça e alterações nas gorduras do sangue
  • Diminuição da libido e dão desempenho sexual
  • Depleção das vitaminas B2, B6, B12, folatos, vitamina C, magnésio e zinco

Se por qualquer razão quiser usar a “pílula” então deverá querer evitar as deficiências vitamínicas que ela provoca. Estas hormonas quimicalizadas também parecem alterar a capacidade instintiva de sermos atraídos para um parceiro, via olfacto.

Concluindo, parece-me que a melhor forma de fazer contracepção é através dos métodos naturais ou do DIU. Claro que não é tão prático quanto a “pílula”, mas é mil vezes mais seguro para a saúde. Se tiver de usar hormonas use as bioidênticas as quais são cópias fieis das que produzimos e o nosso corpo reconhece-as como naturais.

publicado por Anti-Envelhecimento às 18:15
link do post | comentar

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds