Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

HORMONAS BIOIDÊNTICAS

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Terça-feira, 31 de Março de 2015

ALUMÍNIO TÓXICO!

O fermento, o sal de mesa, os filtros de cigarros, muitos antiácidos, e os desodorizantes, têm em comum a presença de alumínio. Previamente tido como metal inerte, sabe-se agora que é tóxico. O alumínio é um dos metais mais abundantes na terra e no entanto não se lhe reconhece qualquer função biológica. A toxicidade por este metal é um problema e está associada a comprometimento neurológico, e o pior é o facto de ser cumulativo passando a barreira hemato-encefálica causando doença. Há uma forte associação entre doença de Alzheimer e alumínio. Este metal está presente em fármacos, vacinas, na água de consumo e até no ar. Os utensílios de cozinha em alumínio são outra fonte de dispersão deste metal que lesa as membranas celulares, abrindo as portas a doenças degenerativas e a diabetes. Também se observa uma alteração em minerais como o magnésio, ferro e cálcio. A diabetes e a obesidade podem ser uma consequência da toxicidade por alumínio. Devemos ter cuidado com a frequência com que ingerimos alimentos ou bebidas contidas em latas de alumínio. No entanto, o principal lugar de lesão é nas mitocôndrias – as nossas centrais energéticas – através do mecanismo de radicais livres em excesso. Este metal também causa lesão intestinal com consequente síndroma do intestino frágil, bem como lesão cardíaca do tipo das cardiomiopatias. O consumo de frutos e vegetais coloridos promove protecção. A curcumina contida no açafrão, a salsa, os coentros, a vitamina C e o glutatião promovem protecção em relação aos efeitos do alumínio, mas não devemos esquecer que o principal consiste na prevenção da sua ingestão. Uma coisa é certa: se você não lutar pela sua saúde, ninguém mais o vai fazer!

publicado por Anti-Envelhecimento às 11:55
link do post | comentar
Segunda-feira, 30 de Março de 2015

GORDURA SATURADA E ÓLEO DE COCO

Nos anos 60’s a indústria alimentar queria que os consumidores comprassem as suas margarinas e óleos hidrogenados, pelo que desacreditaram as gorduras tradicionais através de campanhas e mentiras na comunicação social. O azeite, o óleo de coco, a manteiga, e a banha passaram a ser diabolizadas – devido ao seu conteúdo em gordura saturada - como causadoras de doença cardiovascular. Quatro décadas passadas, e no meio de uma epidemia de obesidade e cancro, redescobrimos o quão saudáveis eram essas gorduras então proscritas. As margarinas e os cremes vegetais – mesmo os que são publicitados por atletas e aceites por sociedades de cardiologia – são perigosos para a saúde humana podendo levar a doença cardiovascular e a cancro. Os alimentos super processados, repletos de aditivos, conservantes e xarope de frutose são os verdadeiros culpados da epidemia actual.

Os benefícios do óleo de coco, bem como do azeite, enchem livros científicos e páginas de estudos médicos publicados em revistas credíveis. A indústria alimentar usou estudos feitos com óleo de coco parcialmente hidrogenado para provar que esta era uma gordura maléfica. Na realidade, toda a gordura hidrogenada – trans - é maléfica. Na realidade o óleo de coco virgem é extraordinariamente saudável. No qual se estudaram dois grupos distintos. Em 1981 foi efectuado um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition relativo a um grupo de polinésios encorajados a ingerir óleo de coco, e verificou-se uma melhoria acentuada no fluxo circulatório. Outro estudo – o paradoxo francês – reporta-se à boa saúde cardiovascular dos franceses face à sua alta ingestão de gordura animal.

Metade do óleo de coco é ácido laúrico, o qual se converte em monolaurina que elimina bactérias, fungos, vírus, e parasitas. Predominam os ácidos gordos de cadeia média, usados para produção de energia, ao invés dos óleos vegetais nos quais predominam os ácidos gordos de cadeia longa armazenados sob a forma de “mau” colesterol. Quando o fígado metaboliza (transforma) os ácidos gordos de cadeia média formam-se corpos cetónicos os quais reduzem o apetite. Assim, o óleo de coco ajuda a manter o peso. O óleo de coco virgem é um super alimento, melhorando a saúde cardiovascular, sara as células lesadas que podem levar ao cancro e desintoxica o corpo.

publicado por Anti-Envelhecimento às 16:22
link do post | comentar
Terça-feira, 24 de Março de 2015

JEJUM INTERMITENTE

É uma ferramenta nutricional que proporciona um aumento na longevidade e uma melhoria na saúde. Nuns dias come-se bem, e noutros jejua-se cortando dramaticamente o consumo calórico. Um dos males do nosso actual estilo de vida é o facto de que comemos demais e demasiadas vezes. Estimulamos permanentemente o pâncreas a produzir insulina, anulamos a primeira fase de secreção pancreática – característica da diabetes – e o excesso de insulina proporciona a acumulação de gordura e oxidação do “mau” colesterol com a consequente produção de placa arterial. O excesso de alimento, nomeadamente em hidratos de carbono, torna o nosso corpo preguiçoso no que concerne à reparação e rejuvenescimento celulares. O jejum intermitente mimetiza hábitos nutricionais dos nossos ancestrais, pois a nossa evolução forjou-se durante ciclos de fome e de fartura. Isto permite ganhos de saúde nomeadamente ao nível cardiovascular, metabolismo e diminuição do risco de cancro. O jejum intermitente permite aumentar a imunidade, livrarmo-nos de glóbulos brancos lesados ou defeituosos e substitui-los por novos. O jejum força essencialmente o “botão reset” do nosso corpo, permitindo que as células-base adormecidas possam ser activadas para um estado de renovação. Durante o jejum baixa o número de glóbulos brancos (as defesas corporais), mas depois há uma inversão com aumento na sua produção e na imunidade. O mesmo se aplica às outras células senescentes. Concluindo, o jejum despoleta os mecanismos da regeneração celular, permitindo:

  • Normalizar a insulina e a leptina, aumentando a eficiência das mitocôndrias (centrais energéticas celulares). Permite baixar a grelina que é a nossa principal hormona da fome.
  • Promoção da produção de hormona do crescimento (HGH) a nossa principal hormona do rejuvenescimento. Este aumento pode ser de milhares de vezes!
  • Diminuição dos triglicéridos e melhoria de outros biomarcadores do envelhecimento e doença.
  • Redução do stress oxidativo (menor lesão por radicais livres).
  • Estimulação na produção de (BDNF) cerebral, factor que permite a activação de células-base cerebrais. Esta estimulação pode ser de centenas de vezes!

 

Durante o jejum a perda de peso é de cerca de 90% de massa gorda e apenas 10% de massa muscular. Esta pode ser minimizada por ingestão proteica. Uma das maneiras de fazer jejum intermitente consiste em cortar a ingestão calórica dois dias por semana, preferencialmente seguidos. Nestes dias a ingestão calórica deve ser cerca de 500/600 kcal. Outra forma de jejuar consiste em restringir a ingestão alimentar a oito horas por dia, nada comendo nas restantes 16 horas. Procure ingerir frutos secos, óleo de coco, whey-protein, ovos e azeitonas. Evite alimentos processados, sumos de fruta e outros alimentos caloricamente densos. Pode e deve ingerir sumos de vegetais.

publicado por Anti-Envelhecimento às 10:15
link do post | comentar
Segunda-feira, 23 de Março de 2015

SAUNAS E SAÚDE

As Saunas têm uma longa tradição, nomeadamente nos países do Leste europeu e Ásia. Nalguns países como a Finlândia, podem encontrar-se praticamente em todos os lares. As saunas têm benefícios para a saúde bem conhecidos, mas há outros que agora começam a emergir. De acordo com estudos finlandeses a prática frequente de sauna diminui a mortalidade por doença cardiovascular. As saunas ajudam a desintoxicar, nomeadamente dos xenoestrogénios, o que num mundo extremamente poluído não é de desprezar. Também melhora a circulação sanguínea e promove o relaxamento, o que se traduz numa melhor saúde. A saunoterapia desafia o nosso corpo quase da mesma maneira que o exercício físico o faz, com os consequentes benefícios para a saúde cardiovascular. Na realidade a sauna diária diminui o risco de morte por doença cardiovascular, e o benefício é maior nas pessoas que a fazem durante um mínimo de 20 minutos. As pessoas que fazem duas a três sessões semanais também retiram benefícios palpáveis para a sua saúde, pois à medida que o corpo é sujeito ao stress do calor, gradualmente responde de forma adaptativa com várias alterações benéficas, as quais incluem aumento do volume de plasma e fluxo sanguíneo para o coração e músculos; aumento da massa muscular por acção do aumento nos níveis de proteínas "heat-shock”, e da HGH que é a nossa principal hormona do rejuvenescimento. A sauna quando combinada com o exercício físico pode conduzir a resultados sinérgicos, os quais conseguem estender-se ao nível cerebral com aumento na produção factor cerebral neurotrófico com a consequente geração de novas células cerebrais. As saunas por infravermelhos são as melhores, pois para além de aquecerem desde o interior da pele, proporcionam uma melhor estruturação da água dentro das nossas células, factor vital para os seres vivos. Obviamente que também ajuda a oxigenar os tecidos, e sendo a pele o nosso maior órgão de eliminação, devemos promover a sudação numa base regular de forma a aumentar o processo de desintoxicação. A conjugação deste procedimento com a ingestão de sumos de vegetais, nomeadamente os que são ricos em niacina (vitamina B3) potencia o efeito desintoxicante. O aumento da temperatura também ajuda a matar os microrganismos capazes de nos provocar doenças. Inicie a prática de sauna por quatro minutos, e vá aumentando 30 segundos de cada vez que faz sauna.

publicado por Anti-Envelhecimento às 19:10
link do post | comentar
Sexta-feira, 13 de Março de 2015

ANTI NUTRIENTES

Todos sabemos o que são macro nutrientes (gordura, proteína e hidratos de carbono) e micro nutrientes (água, vitaminas, antioxidantes, minerais, fibra, etc.). Tudo o que ingerimos cai dentro destes dois grupos. Infelizmente, a alimentação moderna é pródiga num terceiro grupo – os anti-nutrientes. Substancias que ocorrem naturalmente como as saponinas e os fitatos, provenientes das plantas, interferem com a utilização e absorção dos outros nutrientes. São compostos produzidos pelas plantas como parte de uma estratégia de defesa. Têm um péssimo comportamento no nosso intestino dado que não os conseguimos digerir. Estes compostos atacam a barreira parcialmente permeável dos intestinos e causam o sindroma do intestino frágil, deixando passar para o nosso interior bactérias, vírus e macro moléculas. Os antinutrientes também têm a capacidade de se ligarem aos nutrientes, bloqueando a sua absorção. Assim, aparecem problemas gástricos, dispepsia, e a mãe de todas as doenças – inflamação. Sintomas como dores de cabeça, menor desempenho cerebral, dores nas articulações e doença auto-imune são comuns. Continuando com o mesmo tipo de alimentação a condição progride para patologias bem mais graves. Os alimentos oriundos dos cereais estão na linha da frente dos antinutrientes, bem como a soja!

publicado por Anti-Envelhecimento às 11:41
link do post | comentar

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds