Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

HORMONAS BIOIDÊNTICAS

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

COMO DORMIR MAIS PROUNDAMENTE

O sono REM (fase de sono profunda com movimentos rápidos dos olhos) ajuda a aumentar a memória e apaga o stress desse dia. Esta fase do sono é na realidade um dos grandes remédios do stress e um calmante cerebral. De facto, estudos recentes sobre o sono sugerem que a sensação alucinante após uma noite sem dormir é causada por neurónios agitados que não tiveram o seu descanso. Obter um máximo de sono REM é a melhor maneira de evitar o que o bloqueie, e os maiores bloqueadores são os medicamentos. Qualquer fármaco que afecte o cérebro diminuirá o sono REM, incluindo os ansiolíticos, os anti-depressivos, os hipnóticos (para dormir), os anti-alérgicos, os anti-álgicos, medicação beta bloqueante e os estimulantes, café e álcool incluídos. A melatonina, também chamada hormona do sono, é segregada pelo cérebro em resposta à escuridão. A sua deficiência pode diminuir o sono REM, e a toma de suplementos de melatonina pode aumentar o sono REM. Claro que os hábitos de higiene do sono como o exercício físico e a nutrição adequada são um bom complemento. As pessoas com mais de 60 anos são maioritariamente insuficientes em melatonina, Quem tem alterações dos ritmos circadianos – pessoas que dormem de dia, ou viajantes intercontinentais – tira bom proveito da suplementação com esta hormona. No entanto devo alertar para o facto de que mais não é melhor. As doses normais estão compreendidas entre 0.3 e 1 mg, raramente sendo necessário aumentar as doses. Se isto for feito deverá ser por curto período, voltando imediatamente à dose de manutenção.

 

publicado por Anti-Envelhecimento às 15:35
link do post | comentar | ver comentários (3)
Domingo, 26 de Fevereiro de 2012

WHEY, SAÚDE & GORDURA

No que concerne à saúde cardiovascular as proteinas não são todas iguais, pois a ciência demonstou que a proteína dos lacticinios, e o whey em particular, providenciam uma nutrição excelente para o sistema cardiovascular. Muitas pessoas têm actualmente a consciência de que a ingestão de oleo de peixe e de azeite promove um incremento na saúde cardiovascular; muitas sabem que cortando nos hidratos de carbono, especialmente nos de elevado índice glicémico, faz todo o sentido. Contudo, no que toca às proteinas e até em relação à gordura dos lacticínios, reina a confusão. A paranoia da gordura saturada (animal) e do colesterol tem categorizado infelizmente os lacticinios como gordura inimiga. Certamente que temos um problema com a gordura, mas a sua qualidade interessa. Embora o leite de vaca seja um alimento desajustado ao consumo humano, e salvo as devidas comparações, o leite humano tem mais de 50% de gordura saturada. E ainda assim, é o melhor alimento para os humanos enquanto bébés. O leite biológico de vacas alimentadas a pasto e em liberdade é um bom instrumento nutricional. As proteinas do leite estão cheias de peptidos bioactivos importantes para a saúde cardiovascular: β-lactoglobulina, α-lactalbumina, lactoferrina, immunoglobulinas, proteose-peptona e albumina. Os estudos apontam para a diminuição dos biomarcadores de risco inflamatório como o TNF-α, e a proteína C reactiva. Outros estudos apontam para a diminuiução do mau colesterol em mais de 24%. Cientistas da Escola Médica de Harvard analisaram a ingestão de lacticínios e chegaram à conclusão que as pessoas com maior consumo destes alimentos eram as mais saudáveis. A proteína de soro de leite – whey – é um alimento amigo do coração,  sem igual, pois concentra bioactivos que reduzem a inflamação silenciosa e o peso/massa gorda. Os estudos em humanos mostram que o whey ajuda a baixar os triglicéridos, o colesterol e a tensão arterial. Foi demonstrado que ao simples consumo de 60 gramas por dia durante quatro semanas se associou uma redução de fígado gordo em 20%, de triglicériddos na base de 15%, e 7% de redução do colesterol total.Também se notou uma redução do colesterol LDL – o mau colesterol. Um estudo de 12 semanas que abordou a obesidade, demonstrou uma redução da resistência à insulina – a base da acumulação de gordura. A suplementação com 25 gramas de whey permite às mulheres na menopausa manter a massa muscular e perderem mais peso em comparaçºão com as que não ingerem whey.Um dos compostos únicos presentes no hey é a lactoferrina, reconhecidamente anti-inflamatória e qua tambem incrementa a imunidade. Eu recomendo para perder peso a ingestão de 600 calorias provenientes de proteína (150 a 300 derivadas do whey), 600 calorias com origem nas gorduras (azeite, manteiga, gordura da carne/peixe, natas; não esquecendo  cerca de 6 gramas de ómega-6 e 2 gramas de ómega-3) e 200 calorias provenientes de hidratos de carbono – fruta e legumes. Este regime para além de permitir uma eficaz gestão do peso, é muito saudável.  A ingestão de dois ovos ao pequeno-almoço também demonstrou aumentar a perda de peso em 65%, quando comparada com o mesmo número de calorias provenientes de hidratos de carbono como o pão por exemplo.

publicado por Anti-Envelhecimento às 19:35
link do post | comentar | ver comentários (7)
Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

DIANÓSTICOS OMISSOS

Uma epidemia de diagnósticos omissos está a dizimar a população, maioritariamente porque o verdadeiro problema, corrigível, imita uma variedade de doenças, e torna-se letal se ignorada: deficiência em Iodo e em vitamina B12. Milhões de pessoas sofrem e eventualmente morrem desta deficiência vitamínica infelizmente comum. Os médicos apontam para esclerose múltipla, Alzheimer, autismo, anemia, depressão, fadiga crónica, ou qualquer outra condição mimetizada pela deficiência em B12. O que é pena é que o problema é facil de diagnosticar, fácil de tratar e de maneira económica. Mas tem de ser diagnosticada antes que seja tarde de mais, isto é, haja lesão nervosa irreversível. O diagnóstico faz-se através de uma análise sanguínea em que se doseia a vitamina B12, tendo em conta que o terço superior do limite que o laboratório apresenta é o mínimo do normal. O Dr. Pacholok, líder mundial em B12 refere que as pílulas de B12 não adiantam se formos deficientes nesta vitamina, poiso aparelho digestivo não a absorve eficazmente. É preferível a via sublingual ou IM (injecções).

Por sua vez a deficiência em iodo, fruto de deficiência alimentar por solos empobrecidos ou por falta de consumo de alimentos marinhos ou fruto da intoxicação por cloro, bromo e flúor, causa uma epidemia de hipotiroidismo subclínico, bem como um aumento de quistos mamários. De facto, se o impacto do iodo na função tiróide é mais conhecido, o seu impacto – sob a forma de iodeto - nas mamas é normalmente ignorado. A seguir á tiróide o tecido que mais capta Iodo é o tecido dos ovários e mamas. O Iodo tem actividade anti-cancerígena e anti-séptica reconhecida. É fácil prevenir esta insuficiência – a deficiência e o seu tratamento é assunto para médicos – comendo alimentos marinhos ou tomando 2 gotas dia de solução de Lugol diluídas em água. Ainda me recordo de um tónico da minha meninice, à base de Iodo, arsénico e vitamina B12 que nos dava uma “animada” sem fim …

publicado por Anti-Envelhecimento às 16:03
link do post | comentar
Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

Olá Dr.

Sigo atentamente a sua página e encontrei várias respostas para muitas questões. Tenho 36 anos e há ano e meio tive cancro da mama. Quando acabei os tratamentos optei pela medicina de prevenção. Fiz Hidrocolon para limpeza do intestino e suplementos do laboratório Douglas, um dos quais vitamina D que ainda tomo (como outros). No incido tive muitas dúvidas sobre o que comer. Cada médico tem a sua teoria: uns dizem para abolir a carne, outros para consumir se for biológica. Uns dizem para comer cereais integrais, outros dizem que é prejudicial por causa das leaninas. O açúcar aboli completamente, mas tenho muitas dúvidas quanto à fruta e legumes que podem provocar elevados índices glicemicos. Uns mandaram-me comer ovos escalfados ao pequeno-almoço, outros não. Decido tirar o melhor que entendi de cada um. O pequeno-almoço é constituído por uma proteína (ovo, fiambre de peru), uma ou duas peças de frutas (ex. maça), um fruto seco, geralmente amêndoa, terminando com chá verde. O almoço e jantar são constituídos por carne (biológica) ou peixe acompanhada com uma salada ou legumes cozidos a vapor. Faço exercício diariamente (caminhada e yoga) e sinto-me bem. Inicialmente as dietas muito restritivas estavam a dar comigo em doida! Mas vejo opiniões discordantes...não sei em quem confiar.

 

Eu acho que só precisamos de um pouco de bom senso. Comer  variado, proteico e com gordura saudável. Os H.C. são o nosso problema civilazacional. pelo que é boa ideia ficar pelos legumes e 1 peça de fruta às refeiçoes. Evite os alimentos processados como o fiambre, reponha os seus micronutrientes e equilibre as suas hormonas. Junte o tal exercicio e tem a receita para uma vida saudável.

publicado por Anti-Envelhecimento às 17:51
link do post | comentar

OSTEOPOROSE VS VEADOS

A população de veados em Espanha sofreu um grave problema em 2005, pois os seus cornos ficaram quebradiços a um ritmo alarmante. Os investigadores apontaram para as duras condições desse Inverno que provocaram uma deficiência em Manganésio a qual foi a causa do problema. Isto levou à conjectura que a insuficiência deste mineral possa ser uma das causas da osteoporose humana. A conjectura tem mérito, e pernas para andar. Desde que se soube que as fracturas recorrentes sofridas pelo basquetebolista Bill Walton foram devidas a deficiência em manganésio, o papel deste elemento na saúde óssea ficou sob as luzes da ribalta. O manganésio é necessário para ajudar o cálcio a desenvolver a estrutura apropriada da matriz óssea, bem como para cooperar na absorção do cálcio. Os veados são interessantes porque estão constantemente a enviar cálcio dos ossos para os cornos. A falta de manganésio inibe a formação apropriada dos cornos. Os nossos corpos têm necessidade de manganésio, e uma delas vai para as células gliais cerebrais, as quais têm essa necessidade para poder obter sistemas antioxidantes. Os ossos estão em constante remodelação à medida que osso novo se vai formando e o velho vai sendo reciclado. O manganésio vai sendo aproveitado nesta reciclagem e usado para fabricar osso novo. Contudo, se houver uma necessidade de manganésio noutras estruturas corporais com maior prioridade, este será desviado dos ossos podendo levar à osteoporose. Este elemento é fundamental para a saúde da tiróide – a qual governa todo o nosso metabolismo – através da enzima manganésio dismutase (Mn-SOD). São fontes abundantes os cereais não processados e os vegetais de folhas verdes. A suplementação alimentar é eficaz.

publicado por Anti-Envelhecimento às 17:35
link do post | comentar

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds