Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

PROBLEMAS COM A TIRÓIDE?

Lançamento de "O Regime A...

Arquivo

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Sexta-feira, 26 de Março de 2010

COLESTEROL: ANJO OU DEMÓNIO?

É frequente ver doentes assustados com os valores do seu colesterol, especialmente quando estão a tomar estatinas (sinvastatina, crestor, zarator, etc.) e o malandro teima em não baixar. Segundo a "voz corrente" estamos em perigo  iminente de um ataque cardíaco, e há que fazer baixar o colesterol a bem ou a mal.

Como já referi várias vezes, o colesterol é um precioso constituinte do nosso corpo, faz parte das membranas celulares, da vitamina D, e da maioria das hormonas. Sem ele não podíamos existir. Então e o ataque cardíaco? E a trombose cerebral?

Todo o nosso entendimento acerca deste assunto assenta na teoria lipídica em que o colesterol foi associado à doença cardiovascular e à obesidade. Mas o grande estudo que teima em comandar toda a nossa nutrição moderna está profundamente falseado, e portanto errado.

Mas voltemos ao colesterol!

O colesterol total reflecte a soma de todos os tipos de colesterol; bons, maus e assim-assim. Desta forma nada nos diz. Pode estar muito alto e as fracções más estarem baixas, o que é bom. Pode estar muito baixo e as fracções más estarem altas, o que é muito mau. Basicamente há dois tipos de colesterol: o HDL ou bom colesterol - que retira o colesterol dos tecidos, nomeadamente das artérias, e o devolve ao figado impedindo assim a possivel formação de placa aterosclerótica - e o LDL que é levado do fígado aos tecidos, nomeadamente às arterias.

Mas neste tipo de colesterol apenas é perigoso o padrão B em que as partículas são pequenas e densas. Estas é que são aterogénicas. Ora é precisamente sobre estas que as estatinas não actuam. Irónico, não é? Nestas actuam os derivados da niacina ou vitamina B3.

Então o que fazer? Em primeiro lugar, é preciso sabermos como se formam estas partículas maléficas. Elas são derivadas do metabolismo do açúcar (pão, massa, batata, etc.) mais propriamente do açúcar de mesa ou sacarose, e particularmente da frutose (refrigerantes, sumos de fruta natural, etc.). Então agora já ficamos a saber o que fazer. A escolha é de cada um de nós, bem como a respectiva saúde. E então o colesterol HDL, o tal que é bom? Este pode aparecer sob a forma de duas fracções, uma boa e outra mais ou menos. É assim como se numa esquadra de polícia tivéssemos muitos agentes, mas uma parte fosse corrupta. Quantidade não é qualidade.

Em suma, e para deixarem de ficar assustados, calcule o quociente entre os triglicéridos e o HDL. Se for cerca de 1, agradeça aos Deuses. Se estiver compreendido entre 1 e 2, agradeça aos Anjos. Se for maior do que 3, não culpe o Diabo, culpe-se a si mesma...

publicado por Anti-Envelhecimento às 14:02
link do post | comentar
5 comentários:
De José Matias a 26 de Março de 2010 às 17:59
Dr.
1 - O rácio que indica está correcto? Se é HDL/Triglicéridos (e não o contrário), quanto mais aumenta o numerador, pior, o que parece ser contra-intuitivo.
2 - Já agora o que considera sobre a informação dada pelos seguintes rácios: Colesterol Total/HDL e LDL/HDL, versus o que indica acima - tirei-os daqui: http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2003/01/04/cardiovascular-health.aspx
3 - E não querendo abusar. o que diz duma situação (a minha - com hipertensão e fibrilação auricular medicamentada e controlada) caracterizada por valores muito baixos de todos esses indicadores - estou a fazer por aumentá-los comendo mais carne (vaca e porco) e óleo de coco. Por exemplo (princípio e fim de 2009, respectivamente): Colesterol Total: 97,0-123; LDL: 47-71; HDL: 42-41; Triglicéridos: 38-54
PS: Não quero uma consulta de graça. mas talvez a situação tenha piada ser comentada (dizem - os seus colegas - que as minhas análises são muito boas: não tomo medicamentação para baixar o colesterol)
De Anti-Envelhecimento a 27 de Março de 2010 às 13:09
Tem toda a razão. às vezes nem com mil olhos damos conta dos erros.
Quanto às razões de que fala, não me oriento por elas. Acho que esta razão é que define o risco de doença aterogénica.
Acho que está na situação em que todos gostaríamos de estar. Não aumente nada pois ainda vai fazer asneira. O óleo de coco é extraordinariamente saudável. Quanto às carnes eu sempre sou a favor, embora opte pelas de criação biológica. Claro que tudo isto são dados mais ou menos isolados - optimização hormonal + PCR e outros biomarcadores de risco inflamatório, etc.
Pena não conseguir controlar a sua HTA apenas com alterações do estilo de vida.
Obrigado pela chamada de atenção!
De Maria Duarte a 18 de Abril de 2013 às 15:08
Olá Dr. Boa tarde! Acabei de ler o seu post sobre o "colesterol: anjo ou demónio?" e gostava que me desse, se fosse possível uma ajudinha.... Na minha família há propensão para o colesterol elevado e doenças cardio-vasculares. Eu sou hipertensa e tanto quanto sei não é uma união das mais felizes. Não é a primeira vez que tomo estatinas, mas, acabo sempre por interromper o tratamento porque todos os medicamentos me fazem efeitos secundários muito desagradáveis. (aliás parece que copio tudo que vem na bula....). Para não ter de os tomar iniciei em Outubro uma dieta com o auxilio de um nutricionista e já perdi 10 Kg ....mas não o excesso de colesterol. É verdade que ao ver a evaporação dos Kg me posso ter permitido algum desleixo, mas tanto??? É que o colesterol total inicial estava em 279, baixou para 222 e agora outra vez..... 269. O HDL 52, o LDL 197 e os triglicéridos 99. Já não sei que fazer, nem o que hei-de modificar nos meus hábitos alimentares: farinhas integrais?? Não comer fruta? Ajude-me se puder ser. Muitissimo obrigada.
Melhores cumprimentos
Maria Duarte
De Anti-Envelhecimento a 26 de Abril de 2013 às 10:55
Não me parece que possa ter problemas, pois tem os TG a 99. Faça dieta pobre em HC e tome vitaminas B3 e B5. Faça ginástica.
De Maria Duarte a 28 de Abril de 2013 às 16:58
Muitissimo obrigada pela sua resposta. Ginástica já faço, vou ter em atenção a questão das vitaminas....

Comentar post

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds