Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

HORMONAS BIOIDÊNTICAS

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

REGRESSO À ETERNIDADE?

Em Novembro de 2009 tive o privilégio de assistir a uma teleconferência de um dos biologistas líderes na pesquisa anti-aging. A pesquisa da equipa do Bill Andrews, PhD e CEO da Sierra Sciences. Muitos peritos em anti-envelhecimento estão de acordo com a abordagem desta equipa, nomeadamente no que concerne aos telómeros e à possibilidade de reverter o envelhecimento através da manipulação dos telómeros. Mas, o que são os telómeros? O corpo humano é formado por cerca de 100 triliões de células. Nós envelhecemos porque as nossas células envelhecem. Assim, se conseguirmos controlar o envelhecimento celular, conseguiremos controlar o envelhecimento global do nosso corpo.

Todas as células têm um núcleo no qual jazem os cromossomas. Estes são formados pelo ADN, o qual é formado por cerca de 100 milhões de unidades a que chamados bases. Pensemos no ADN como uma fila de tijolos de cores padrão. Cada vez que é preciso formar uma nova célula os tijolos devem ser postos de forma a copiar o padrão original. Mas, no fim de cada ADN há uma sequência de tijolos que vai ficando mais curta até ao ponto de não mais ser possível a divisão/renovação celular. Aí, caminhamos para a morte. Na concepção estas sequências terminais – os telómeros – têm cerca de 15.000 bases (tijolos). Por altura do nascimento já só serão uns 10.000, e quando o número chega aos 5.000, morremos de velhice. Para já não parece possível evitar o encurtamento dos telómeros através de hábitos de vida saudáveis, se bem que o contrário está demonstrado, ou seja, o fumo, a má alimentação, a obesidade, o sedentarismo, o stress, etc. promovem o encurtamento dos telómeros.

Mas porque é que eles encurtam? Antes do mais há a considerar a genética. Há pessoas que nascem com telómeros maiores do que outras, e além disso as células dividem-se a ritmos diferentes. Todos os processos que levam à produção de radicais livres – e à consequente oxidação – podem conduzir à clivagem dos telómeros, o que acelera o processo de encurtamento. Embora ainda não possamos controlar a taxa de encurtamento, podemos controlar a aceleração do processo através da ingestão de antioxidantes, de uma alimentação saudável, do exercício físico e de outras estratégias para promover uma vida saudável.

Interessante é o facto de se ter descoberto que as células reprodutivas não envelhecem, daí os filhos de um homem de 70 anos nascerem tão novos quanto os de um jovem de 20 anos. Isto deve-se à produção de uma enzima chamada telomerase a qual liga os genes de reparação dos telómeros.

Embora só daqui a cerca de 10 anos possa ser possível termos uma medicação que active directamente a telomerase e possa por um fim ao processo de envelhecimento, já dispomos de alguns compostos com capacidade de actuação nesta área. Falo do glutatião – o nosso antioxidante major – o qual é formado pelas nossas células a partir de matérias-primas como a glicina, o glutamato e a cistina. Esta é a razão porque tenho vindo a aconselhar a suplementação com proteína de soro de leite (whey) e com N-aceticistina. Para além do whey os ovos também são uma fonte importante destes aminoácidos percursores do glutatião. Para além disto, o whey tomado ao jantar tem a capacidade para promover a produção de HGH, a hormona do rejuvenescimento. Outro composto capaz de aumentar a longevidade é o resveratrol, que se encontra no vinho tinto.

Resumindo, a activação da telomerase através de medicação desenhada para este fim parece constituir a melhor estratégia para abolir o envelhecimento. Os peritos apontam para que esses medicamentos possam ser comercializados dentro de uma década. Até lá devemos efectuar tudo o que está ao nosso alcance para que o desempenho actual dos nossos telómeros seja o melhor possível. Talvez possamos atravessar a ponte para embarcar no processo da vida sem limite, bastando aguentar o tempo necessário até À PASSAGEM DESSE “COMBOIO”.

publicado por Anti-Envelhecimento às 14:43
link do post | comentar
4 comentários:
De Maria Oliveira a 25 de Junho de 2011 às 10:19
Bom dia Drº Luís Romáriz

Tenho lido os seus artigos muito interessantes mas, por vezes, alguns assuntos suscitam dúvidas como é natural e sobretudo, para quem é uma aprendiz.
Qual a diferença entre o resveratrol e o ubiquinol? Ambos são anti-oxidantes. Qual deles é o mais eficaz como combate ao anti-envelhecimento?
Mais uma vez, grata pela atenção.
Cordialmente, Maria
De Anti-Envelhecimento a 27 de Junho de 2011 às 18:23
Sendo verdade que ambos são antioxidantes, o resveratrol consegue activar indirectamente as telomerases ... que ligam os genes da longevidade.
De Maria Oliveira a 27 de Junho de 2011 às 18:49
Grata pela resposta Drº Luís mas, pergunto, onde adquirir o resveratrol de qualidade em Portugal?

Cordialmente.
Maria
De Anti-Envelhecimento a 29 de Junho de 2011 às 11:58
Poderá tentar na Farmácia Central de Valongo 224220111, ou pela net na www.lefeurope.com

Comentar post

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds