Não ponha na pele algo que não seja capaz de ingerir
Mais informações:
Tel.: 22 4220111
Aumento da longevidade e rejuvenescimento funcional biológico, isto é, dar mais anos à vida e mais vida aos anos.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: anti-envelhecimento@sapo.pt

Posts recentes

QUER SABER SE A SUA TIRÓI...

ATAQUE CARDÍACO - Factore...

ELECTRÕES, TOXINAS, E DOE...

EXERCICIO DE CADA DIA … N...

DIETA H.C.G.: EFICAZ? DIS...

A VITAMINA C REJUVENESCE ...

ATAQUE À TIRÓIDE

FAÇA CRESCER TECIDO CEREB...

ESCORBUTO SUBCLÍNICO

NÃO SE FRITE POR DENTRO

Arquivo

Novembro 2017

Dezembro 2016

Junho 2016

Abril 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Consultas em Lisboa

Consultas de Saúde da Mulher (hormonas bioidênticas) e Saúde do Homem:


Marcações pelo Tel. 911 506 033


Para aceder aos cosméticos biológicos clique na imagem à esquerda

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009

ELASTINA

Quando se pergunta qual é a proteína mais importante na manutenção de uma pele jovem (firme, elástica, sem descair e sem rugas), a maioria das mulheres e dos promotores de saúde cutânea dirão que é o colagénio. (Está bem, a maioria poderá dizer “não faço ideia” ou “o que é uma proteína?” mas sabem ao que me refiro...). Na realidade, o colagénio é muito importante para a pele – é a sua principal proteína de suporte estrutural e que mantém a pele firme. Contudo, há outra proteína igualmente importante chamada elastina. Esta é a proteína encontrada no tecido conectivo elástico, e é responsável pela capacidade que a pele tem para voltar á sua forma original após ter sido esticada ou deformada.

A elastina é uma proteína primariamente composta pelos aminoácidos glicina, valina, alanina e prolina. Tal como o colagénio, ela é produzida pelos fibroblastos do tecido conectivo (derme). Estes segregam tropoelastina, que é a forma solúvel e imatura da elastina. As moléculas de tropoelastina são então tecidas numa reacção enzimática catalizada pela lisiloxidase, formando assim uma rede durável e resistente de fibras parecidas com o látex (borracha).  
Um teste simples para avaliar o envelhecimento da pele consiste em esticá-la e verificar quanto tempo demora a retomar o seu aspecto prévio (pode experimentar no dorso das mãos). A sua pele volta ao estado original quase imediatamente. Os idosos precisam de alguns segundos…e a diferença reside na quantidade da elastina cutânea.  
A quantidade de elastina é normalmente máxima na adolescência e no adulto jovem, declinando a partir daí (25 anos). Os fibroblastos (células da pele) tem muito menor aptidão para produzir nova elastina na fase de envelhecimento. Esta deficiência não aparenta ser devida a uma diminuição nos fibroblastos ou a uma mutação dos genes responsáveis pela produção de elastina. Provavelmente, são alterações cutâneas de envelhecimento relacionadas com poluentes ambientais. Pelo menos sabemos que a produção de elastina pode ser reactivada após sinais bioquímicos apropriados.
Aumentar topicamente o conteúdo de elastina na pele é algo que tem sido neglegenciado nos cuidados dermocosméticos. Em parte isto é devido à imensa pesquisa e focalização no colagénio. Há no entanto algumas abordagens eficazes na reabilitação da elastina:
·         Ácido retinoico e seus derivados da vitamina A mostraram aumentar o conteúdo em elastina
·         Protectores da degradação da matriz da pele como as MMP (metaloproteinases)valor biológico
·         Proteínas alimentares de alto como o Whey e os ovos
·         Protecção directa com anioxidantes poderoros
 
publicado por Anti-Envelhecimento às 12:34
link do post | comentar
12 comentários:
De Sandra P a 22 de Outubro de 2009 às 14:36
Boa Tarde Dr.º

A ver este artigo, aproveito para esclarecer uma dúvida antiga, e a gelatina em pó existente à venda nas ervanárias, contribui tb para uma melhoria no estado da pele.
Obrigada
De Anti-Envelhecimento a 23 de Outubro de 2009 às 18:43
Só com muita vontade e fé!
De Anti-Envelhecimento a 23 de Outubro de 2009 às 18:44
O principal aminoácido da elastina e glicina.
De augusto cesar a 26 de Agosto de 2010 às 03:39
gostaria de saber mais a respeito de envelhecimento precoce e produtos cosmeticos que posssam retardar esse problema.
tenho 48 anos e muitas rugas profundas.
De Katia Figueredo a 11 de Janeiro de 2010 às 16:14
Eu sei q o Levedo de cerveja é rico em aminoácidos essencias e nele tb está contido glicina e elastina.

Tb sei q muitos produtos para cabelos contém estes aminoácidos. Minha pergunta é, se eu acrescentar uma colherzinha de café de Levedo de cerveja em uma máscara capilar, isso surtiria algum efeito nos cabelos? Ou o benefício vem somente através da ingestão.

Obrigada!
De Anti-Envelhecimento a 11 de Janeiro de 2010 às 21:03
Receio bem que só surta efeito através da ingestão.
De brilhantep@hotmail.com a 25 de Janeiro de 2010 às 17:16
gostaria de saber onde e como posso conseguir, encontrar ELASTINA para ingestão e se surge efeito para pessoas com faixa etária dos 50, pois desde os 20 anos q tomo colágeno , pouco sol, banho água fria, corpo sempre hidratado. Onde estou certo ou errado? obrigado, aguardares sua resposta
De Lucas a 29 de Outubro de 2010 às 13:16
Dr. tenho algumas duvidas, quais os aminoacidos que formão a elastina, e o colageno, e a ingestão de colageno deve ser en quantas gramas? abraços.
De Anti-Envelhecimento a 31 de Outubro de 2010 às 12:34
Não há uma dose definida. Devemos ingerir as matérias-primas nomeadamente a glucosamina e os aminoácidos essenciais de forma generosa.
De Gustavo Sauer a 7 de Dezembro de 2010 às 23:38
acredita que a formulação de um composto de aminoacidos formadores de elastina promova uma maior produção de elastina assim mantendo a pele mais jovem?
De Vi a 18 de Janeiro de 2011 às 21:17
Oi, adorei a matéria
Gostaria de saber se a elastina em pó pode ser ingerida em cápsulas
Desde já obrigada
De fe a 6 de Setembro de 2013 às 23:33
Elastina fais muito bem pele boa sorte

Comentar post

Torne-se fan da nossa página:

Dr. Luís Romariz

Dr. Luís Romariz licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina do Porto em 1979, e especializou-se em Medicina Familiar em 1988, tendo actualmente o grau de Assistente Graduado. Tem desenvolvido a medicina preventiva nos últimos 27 anos e alcançou o International Certificate of Age Management Medicine no Cenegenics Medical Institute de Las Vegas, em 2005. Tem ainda pós-graduação pela Harvard Medical School, e pela Medical School of Yale University. Tem o curso de Internacional de Mesoterapia e de Medicina Estética. membro diplomado da AMME da França. É membro da Americana A4M, da Life Extension Foundation e da Andropause Society, do Reino Unido. Speaker internacional. É o pioneiro da medicina Anti-Aging em Portugal É o fundador do Instituto Médico NewAge, no Porto.

Medicina Anti-Envelhecimento

Especialidade médica (Age Management Medicine) nascida há cerca de 8 anos nos EUA e que encara o envelhecimento como uma doença da qual conhecemos as principais causas e os sintomas, mas que ainda não é curável.
Não sendo curável é no entanto possível retardar o seu aparecimento e praticamente suprimir os sintomas. Isto consegue-se à custa de:
- Medicina preventiva proactiva, curativa de tecnologia de ponta, e harmonização hormonal.
- Nutrição optimizada e suplementada.
- Exercício físico sustendato e hormonalmente optimizado.

Pesquisar

 

Subscrever feeds

blogs SAPO

Subscrever feeds